Yaris Cross - novo SUV subcompacto, para breve

Telmo Salgado

Moderator
Confesso que já me incomodou mais, mas a lógica de chamar eCVT faz cada vez mais sentido porque na prática não produz relações fixas, variando continuamente e com uma relação final comandada.
Os jornalistas desmoronam as coisas boas e têm tendência a construir falácias e alimentar mitos.
Ainda a propósito de CVT tenho um grande amigo meu que andou anos a fio com um Punto CVT, gostava imenso dele e fazia consumos que eram baixos à época. Hoje é feliz proprietário de um 2G que comprou usado, e reconhece que se não fosse o passa-palavra meu e de outros entusiastas de verdades técnicas, teria sido afastado da aquisição pelos malditos escritos dos ""profissionais dos media". Quando alguma coisa é profundamente boa, porque robusta e adequada à função, não há o que criticar. Houve tempos de CVT mazinhas, como os pioneiros DAF e outros mais recentes que andam nos baixos da fiabilidade, é certo, mas curiosamente podem adicionar-se às DSG e outras do género que são verdadeiras dores de cabeça, até na condução, em particular as saídas numa rotunda quando o MCI sai de stop - o jornalista prefere ignorar isso, ainda hoje me surpreende o porquê. Mistério.
 
Top Inferior