VW.ID3 - o novo Golf?

Telmo Salgado

Moderator
A alusão ao Dieselgate é essencial para perceber a movimentação grosseira dos gestores da vw.
Quando foi do software patch, gastaram recursos nessa MO em vez de apostarem naquilo que era óbvio - unânime entre especialistas em combustão: dotar FISICAMENTE os dieseis de sistemas de controlo de emissões que lhe faltavam.
Agora que esses recursos estavam cansados dessa perseguição ineficaz metem-lhes em cima a tarefa de aperfeiçoar os sistemas à pressa, com uma claríssima pressão psicológica de atingir objetivos rapidamente, porque o marketing desta conglomeração fala com muita regularidade aos acionistas e à opinião pública. Como os periféricos são de terceiros, natural em todos os construtores, quantas vezes em países distantes, que a casa-mãe se limita a adquirir sem controlo no projeto, apenas pelo preço mais barato, o tempo necessário para fechar convenientemente a coesão dos sistemas vai demorar.
Minha opinião.
 

João Prates

Moderator
CKL
Digo o mesmo. Já vi a data adiada 2 ou 3 vezes pelo menos, e daqui até Setembro nada nos garante que não voltem a adiar.
Aguardemos.

Pergunta: Com tanto problema para meter o software decente a funcionar, em causa própria note-se, pergunto-me em caso de necessidade de assistência quanto tempo vão ficar os clientes à espera de solução?
 

Carlos Costa

Moderator
E parece que alguns carros não serão entregues totalmente funcionais. Algumas funcionalidades do sistema multimédia serão activadas à posteriori, numa suposta actualização. Li isso, de raspão, numa publicação online.
 

João Prates

Moderator
CKL
Uma coisa é fazer update over the air ao software, outra coisa é mudar o interface físico, i.e. botões, sensores, etc.

A menos que troquem os conjuntos de botões numa revisão, o que não me parece nada viável, trocando por exemplo alguns botões capacitivos por rotativos, não vejo como esperam resolver.
 

João Prates

Moderator
CKL
Mais um carro para juntar ao lote dos que podiam beneficiar de postos de carregamento rápido de 100 kW e que vão ficar a meio gás nos hoje ultrapassados postos de 50 kW da rede Mobi-e.

É cada vez mais urgente ver redes como a Ionity, FastNed e outras a entrar em Portugal, algo que a nossa legislação faz de tudo para evitar.

Parabéns por ser um entrave à mobilidade eléctrica Mobi-e.
 

Bruno R. Almeida

Active member
Postos e carros!

Estão ambos difíceis de chegar :devilish:
 

Carlos Costa

Moderator
Carros já tens muitos. Zoe, Ioniq, Kauai, Leaf, Corsa, 208, Mini, Model 3, i3, isto para falar dos mais acessíveis à generalidade da população. Já a falta de postos de carregamento decentes é gritante!
 
Top Inferior