Tertúlia sobre carros e familias numerosas

Bruno R. Almeida

Active member
Bom dia a todos, que por esta hora que vos escrevo vos possa encontrar a todos de boa saúde.

Antes de mais, dar a incrível noticia que "renovei" o contrato de papá! (já vou no 3º ;)) Nascimento previsto para final de Novembro, inicio de Dezembro.

Face a esta noticia maravilhosa, coloca-se (entre muitas outras) a questão. E como será o futuro das nossas deslocações?

Se as viagens pendulares diárias não parecem sofre alterações (casa-colégio-escola-trabalho-escola-colégio-casa) e digo não parecem pois existem algumas alterações pendente: não esta confirmado que a mais velha continue a estudar em Lisboa, não temos confirmado que a mais nova (futuramente a do meio) continue no colégio ou passará para um escola publica. Não sabemos onde ficará o bebe após terminar o período de licença parental alargado. E ainda se os pais ainda estarão ambos em Lisboa quando isto tudo acabar.

Por isso começamos a "boiar na maionese" e a ver que alternativas tínhamos:

A 1ª (e que parece a mais consensual) era vender o Rei Zoom e comprar um Ioniq conforme tínhamos já planeado no passado. Ver tópico .

A 2ª manter o Rei Zoom e avançar para um 2º carro. Mas que 2º carro? Não vendendo o Rei Zoom e com o nascimento do bebe o orçamento é limitado.

A 3ª comprar um carro novo e aproveitar os benefícios de sermos uma família numerosa.

Pensamos num puro MCI mais antigo, mas a ideia perdeu força, pois não conseguimos já imaginar nada que no mínimo seja hibrido.
PHEV o mercado ainda valoriza bastante pelo que o orçamento possivelmente não contempla tal decisão.
2º BEV, pelo orçamento, teria de ser um carro com as mesmas limitações do atual Rei Zoom, também não parece bem.

Carrinhas grandes de 9 lugares a parecerem autocarros turísticos e principalmente a gasóleo não nos apelam de todo (nunca tive um carro a gasóleo, não gostava que fosse agora)

Pensamos então e veículos com 7 lugares e rapidamente nos lembramos da Prius +. Não nova pois o orçamento como indiquei é limitativo, mas para 2º carro parecia cumprir muitos requisitos:

- 7 lugares para pequenos passeios;
- 5 lugares e uma mala grande para grandes viagens e passeios de fim de semana;
- Hibrida a gasolina com fiabilidade irrepreensível;
- Fila central com banco independentes, possibilita a melhor acomodação de 3 cadeirinhas
- Excelentes relatos de anteriores e atuais utilizadores.

O outro lado da moeda é:

- Voltar os combustíveis fosseis;
- Ter um 2ª carro basicamente para ferias e fins de semana ou deslocações com familiares;
- Mais 1 seguro, um IUC, mais 1 revisão anual.

Bem sei que temos cerca de 28 semanas até ao nascimento e 52 semanas até efetivamente voltar tudo a uma "rotina", mas é tema para ir pensado.

Gostava de "ouvir" as vossas opiniões baseadas claro nas vossas experiencias!

Desde já agradecido,
 

Telmo Salgado

Moderator
Antes do mais, parabéns!!
É absolutamente fantástica a notícia! Parabéns!!!! (y)

Em relação às questões e opções, em breve darei umas opiniões.
 

Telmo Salgado

Moderator
Vou percorrendo as opções...

1ª - Vender o Rei Zoom e comprar um Ioniq

Se só com um carro consegues fazer vida familiar, porque não? Há diversos métodos para permitir espaço a bordo, e um deles já o adotei - bagageira de tejadilho. Esta opção parece-me a mais sensata no sentido de economia de recursos.


2ª manter o Rei Zoom e avançar para um 2º carro - orçamento é limitado.

Bom para continuar a usar o Leaf na maioria dos trajetos e o 2ºcarro para as "pontas". Esse orçamento limitado tem a vantagem de evitar as desvalorizações que ocorrem nos modelos novos/seminovos. Por outro lado, vai diminuir a oferta possível no 2ºcarro e introduzir os gastos fixos que bem referes.

A 3ª comprar um carro novo e aproveitar os benefícios de sermos uma família numerosa.

Aqui como pretendes fazer a coisa mantendo um certo grau de eletrificação? Não há quase nenhumas opções de ligar à ficha...
Consegues objetivar?...Venderias o Leaf?...
 

Telmo Salgado

Moderator
Na minha opção de Prius+ foi considerada a opção usada nacional, semi-nova em Espanha (poupa-se facilmente 5 a 10mil euros) e em Portugal, ou nova. Só fomos para esta última (caríssima!) forma de aquisição porque o nível de equipamento era o desejado, difícil de encontrar nos usados que na altura vimos.
Mas também, cá por casa os carros são para a vida toda. Quase* que "tanto fazia" em termos de custo/km, mesmo surfando a desvalorização. (*) A garantia também pesa.
 
Última edição:

Joao Ferreira

Moderator
Parabéns Bruno e Filipa

Compreendendo as dificuldades de orçamento creio que a solução passará pela Prius +. Toda a restante oferta "sustentável" de 7 lugares parece-me que fica fora do budget.

Estando maravilhado com a conversão a GPL do Serrano e com a poupança que acarreta sugiro que ponderes a conversão da Prius+ para GPL. Quanto aos preços, infelizmente a oferta não é grande, mas pode ser que tenhas sorte no mercado de usados.

O cenário perfeito passava por tentares manter o Zoom como segundo carro mais uns tempos, mas compensará em termos de Km anuais este esforço? Ou seja enquanto agregado familiar precisam mesmo de 2 carros?
 

Léo Grova

Active member
Parabéns Bruno!!

Ser Pai, além de uma benção, é a missão mais importante que um homem tem!

Quanto às sugestões que pedes, tenho a certeza que vais/já foste bem aconselhado neste fórum.

A questão que te coloco a ti é: Realmente precisas mais do que um carro de 5 lugares e com uma bagageira espaçosa?

Assim de repente, num contexto de sustentabilidade, lembro-me do Prius 4G - a bagageira é enorme!! Procurando bem, acho que se conseguem boas propostas no mercado de usados.

Na mesma linha, o Ioniq HEV. Há um par deles à venda por cerca de 17k. A bagageira do Ioniq parece maior que a do Prius.

Quanto ao teu Leaf, não te querendo desanimar, acho que o valor que consegues numa venda, não compensará abdicar dele. Eu provavelmente manteria-o. Os custos de propriedade de um BEV são muito baixos. Depois, 2 carros são 2 carros - vai dar jeito; e não abdicarias do prazer de te deslocares a electricidade.
 
Parabéns pela boa nova!

Vou dar uma outra sugestão, porque não manter o Leaf e adquirir um Prius PHEV da primeira geração?
  1. Tem 5 lugares
  2. Alguma autonomia eléctrica que tira partido de ter tomada em casa para reduzir os custos
  3. Uma boa mala (Maior até que o actual Prius PHEV)
  4. Fiável
  5. Preço relativamente baixo (Bem abaixo dos que estava a ver para o Ioniq/i3)
  6. Manutenção acessível

Por exemplo:
https://www.olx.pt/anuncio/toyota-prius-hybrid-plug-in-IDCXEMc.html#3a865a1ec3 (15.650€ e menos de 125.000km)
https://ecomove.pt/threads/baby-blue-procura-novo-dono-que-o-actual-esta-velho.400/ (11.500€ com 220.000km)

Tem outra vantagem de que para viagens maiores, tem uma flexibilidade bem maior, o que acredito ser importante com 3 crianças (ainda não tenho essa experiência).
 

Bruno R. Almeida

Active member
Muito obrigado a todos pelas felicitações.

É efetivamente uma bênção poder trazer a este mundo um alma para concretizar o seu propósito. Sei que a grande maioria da humanidade não concorda comigo, mas efetivamente o mais importante são as relações humanas. Sei que estamos também em contra ciclo a nível de natalidade mas o apelo a ser pais é por demais enorme e a nossa grandeza e riqueza avaliasse lá por casa pela família que temos.

Voltando ao tema.

Na realidade as nossas maiores preocupações pendem para a utilização dos 5 lugares em conforto, o que nesta fase inicial devido a necessidade das 3 crianças necessitarem de cadeiras de retenção dificulta a comodidade.

A sugestão da Prius + cá que nem uma luva nesta temática. Se passar também a futuro por transformação a GPL para redução de custos pode ser uma opção excelente.

Mas também foi muito bem questionado se não conseguiríamos manter apenas 1 carro pelo agregado completo abdicando 1 pouco desse conforto. Na realidade quase que sim. A maior barreira psicológica com o Leaf agora é a autonomia. E tal como tinha dito o nosso futuro a nível de deslocações é demasiado incógnito para podermos decidir já.

Não gostávamos de todo de abdicar do BEV e lembro de em tempos o @Telmo Salgado sugerir o aluguer para as deslocações maiores/de ferias. o que também está em cima da mesa.

Outra vantagem que também vemos na Prius + é a possibilidade de nos passeios mais curtos ou de fim de semana, retirar 1 carro de circulação. Seja o dos meus sogros, seja o da minha mãe (ambos MCI puros). E essa vertente de família e ecológica também é muito bem vinda.

A Hipótese do Prius PHV 3G do @João Prates tinha nos passado ao lado neste primeiro delírio, mas também tem bastante senso. Pois ficaríamos com 5 lugares espaçosos, ficaríamos com 1 mala simpática e no caso de ser mesmo necessário dos 2 carros devido a incompatibilidade de rotas/horários podemos aproveitar ao máximo a bateria de tração do PHV.

:eek: Tinha vindo aqui pedir alguma "iluminação", mas na realidade acabei por aumentar ainda mais as hipóteses a refletir! o_O

😡 Obrigadinho..... 😜 😁
 

Telmo Salgado

Moderator
Embora no meu caso tenha esbarrado numa teimosia feminina, há cerca de um ano atrás produzi uma folhinha Excel.
Numa tabela colocas os gastos previstos no 1ºano, e em cada ano subsequente. Podes simular as desvalorizações das máquinas para o ano em que decidas vender uma. Junta peças para tejadilho, etc.
Noutra tabela pões os prós e os contras de cada opção.
Tenta antever que viagens grandes pretendes fazer, e por quanto tempo precisas mesmo de mais lugares que os 5, ou da simultaneidade das cadeirinhas.
 

Carlos Costa

Moderator
Antes de mais queria felicitar-te pelo teu 3º rebento! Muitos parabéns, e que tudo corra bem!!

Quanto ao carro, pois... percebo perfeitamente o dilema. Não sei que idade têm os teus miúdos, se ainda estão naquela idade em que precisam daquelas cadeiras de retenção enormes, ou se apenas precisam de assento elevatório, mas esse detalhe é importantíssimo. Em 2012, quando nasceram os meus gémeos, cheguei a colocar 3 sistemas de retenção enormes em simultâneo no banco traseiro do meu 2G, mas com muita, muita dificuldade. Tanta que cheguei à conclusão que não iria conseguir viver com aquela limitação. Estas cadeiras, além de volumosas, requerem outro cuidado na fixação ao veículo e são pouco permissivas no momento da instalação, ou seja, não dá para "empurrar" uns cm de um lado, uns cm de outro e ganhar espaço para uma terceira cadeira.

Resolvi a questão, em 2012, com o saudoso Toyota Previa 🤮, onde o espaço nunca foi problema. As crianças até pareciam perdidas lá atrás! Ao fim de 6 meses ganhei juízo e troquei aquela coisa pelo Prius+ e foi com ele que resolvi a minha vida nos anos de maior necessidade. Serviu para a rotina diária, voltinhas de fim-de-semana com os sogros, pequenas viagens com amigos, férias para o sul de Espanha, Algarve, carregou bicicletas, fez de tudo um pouco. Foi um grande aliado. Mas depois veio um coreano para casa...

Se queres uma vida confortável, sem constrangimentos, o Prius+ é a melhor solução no mundo dos híbridos. Aquela segunda fila de bancos individuais faz TODA a diferença. O problema é que é um carro raro, e a importação poderá ser uma solução. Um 3G PHV, por exemplo, também serve perfeitamente, até ganhas bastante nos consumos, mas o espaço a bordo e a bagageira não são comparáveis. Se quiseres um carro familiar com MCI ... disso arranjas às paletes! Mas não recomendo. Conheço um gajo que o fez e ao fim de 6 meses... :D

Continuar no mundo EV é uma opção possível, mas terás que viver estes primeiros anos com algumas limitações. No Ioniq, por exemplo, consegui transportar os meus filhos com 3 assentos elevatórios, sem problema, mas tenho sérias dúvidas se conseguiria fazer o mesmo com 3 cadeiras tamanho XL! Depende sempre das tuas necessidades no momento. No meu caso em particular, actualmente apenas os gémeos usam o assento, por isso mais espaço sobra. E aquilo que seria um carro limitado em espaço em 2012-2018, é agora mais que suficiente para as minhas deslocações. Os miúdos viajam à larga, sentem-se confortáveis, e isso é o que importa. Até dizem que este é melhor que o Prius+, pois tem saídas de A/C só para eles.

Tens de ponderar muito bem e fazer contas à vida. O Rei Zoom tem a sua autonomia bastante limitada, serve para o dia-a-dia, mas não dá para grandes aventuras. Vale a pena vendê-lo e comprar um Ioniq? Ou outro EV semelhante? Eu diria que sim, só o ganho em autonomia mais que justifica o investimento. Mas será que o Ioniq vai resolver o problema de espaço que será uma realidade a partir de Novembro? Podes viver só com um carro? Precisas de 2? É uma decisão que terás que tomar, apenas dei o meu ponto de vista, depois de ter sido proprietário de um Prius+ durante 7 anos e ter comprovado as suas valias familiares. Actualmente continuamos a ser 5 cá em casa, mas circulamos em carros mais pequenos que, ainda assim, cumprem muito bem a função. Já não preciso de sair de casa com toneladas de tralha, carrinhos, fraldas, brinquedos, etc... Hoje não trocaria o meu Ioniq por nenhum Prius, já estou noutra onda, a fazer médias de 10 kWh/100 km. Mas em 2012 o Prius+ salvou-me! E poderia salvar-te a ti, se te tivesses despachado.;) Agora deve andar pelas Caldas da Rainha a apanhar sol!
 

Telmo Salgado

Moderator
(...) Se quiseres um carro familiar com MCI ... disso arranjas às paletes! Mas não recomendo. (...)
Bingo! Tenho até alguma sensação de repulsa.
E pena por quem aposta os seus euros nessas aquisições/posse/manutenção de veículos menos sustentáveis. E dizem que fazem contas...
 

Bruno R. Almeida

Active member
Bom dia

Agradecido @Carlos Costa pelo relato na 1ª pessoa e colocares na mesa cenários que não nos lembraríamos pois ainda não passamos por elas.
E aqui revejo a importância da partilha e de termos várias pessoas, com vários historiais a pensar e debater este tema.

@Telmo Salgado , a questão do puro MCI foi colocada de parte 10seg de ter sido colocada na mesa. Estamos em 2020, a meu ver, o standard na mobilidade rodoviária deveria ser no mínimo dos mínimos uma motorização hibrida.

Como tal, para nós o requisito mínimo seria ser hibrido (ainda tenho esperança de ganhar o Euromilhões e comprar um TMX de 7 lugares).
 

Telmo Salgado

Moderator
Apenas para perceber como o mercado funciona lá pelos EUA, mas que temos visto também noutros cantos do mundo.
Quem compra quer uma certa distinção (nem que seja uma parvoíce de carro)...
 

Bruno R. Almeida

Active member
@Telmo Salgado, engraçado este pedaço de história.
E o comentário de que hoje em dia se compra um SUV para ser mais desportivo e "radical" é deveras hilariante, pois aposto que 99% dos SUV que se vendem nunca verá 1 trilho de terra batida.
Quanto mais desportivo num circuito (seja autódromo ou idêntico).
Ou então para fugir a ideia de família suburbana.
Ou de "mãe do futebol".
Na realidade as famílias que querem fugir a esse estigma estão todas as compras SUV ou Crossover, pelo que dentro de anos surgirá outro estigma e tudo mudará para outro tipo de carro, tipo rebanho! :eek:
Será difícil cada família pensar factualmente nas suas necessidades e comprar efetivamente o veiculo que mais precisa e não andar atras de modas?

Se calhar devia decidir já comprar um SUV e terminar este tópico!! 😄

Agora a sério, claro que não!! (sou a ovelha negra) E gosto de ponderar com tempo e lógica, recolhendo e analisando diferentes perspetivas e pontos de vista que até diferentes do meu possam apoiar a minha decisão.

Restando agradecer as opiniões já vertidas e as futuras que ainda estão por escrever.
 

Bruno R. Almeida

Active member
Questão colocada pela minha companheira e que no catálogo da Prius + não encontro.

Aos atuais e anteriores utilizadores: os bancos da fila central são removíveis?

No catálogo pag. 13 fala nas diferentes configurações possível e na pag. 37 "Bancos da segunda fila independentes, reclináveis, com regulação longitudinal e rebatimento plano"

Já agora o sistema Toyota Easy Flat 7, é a capacidade dos banhos traseiros quando rebatidos ficaram todos alinhados num plano, correto?
 
Top Inferior