SK Innovation em luta no tribunal - veredito afeta as suas operações nos EUA

Telmo Salgado

Moderator

The case started in Spring 2019, when LG Chem sued SK Innovation over alleged theft of commercial secrets. SK Innovation defends itself, but in the end, the ITC sided with LG Chem.


According to the announcement, SK Innovation EV battery business (importation, domestic production, and sale of batteries for electric vehicles) is banned in the U.S. for 10 years. However, to not harm its clients (that were hoping to avoid a "catastrophic supply disruption"), ITC allows the continuation of the Ford F-150 Electric program for 4 years, and Volkswagen ID.4 (MEB) program for 2 years, to give them time to find new suppliers.
 

Telmo Salgado

Moderator
Não percebi, a Toyota faz uma joint-venture com a Panasonic com 51% e não está a integrar?...
 

João Prates

Archie Bunker
Se achas que fazer acordos com praticamente todos os fabricantes de baterias do mundo é integrar verticalmente... temos conceitos diferentes...

new-toyota-e-tnga-platform-detailed-every-model-will-be-electrified-by-2025_10.jpg


Totalmente vertical... sim pois claro... só não espalha por mais fabricantes de baterias porque não consegue... se a LG e a Samsung não fossem Coreanas se calhar...
 

Telmo Salgado

Moderator
A Tesla tem a Panasonic nos seus terrenos e monta células de um fabricante chinês...
Não entendo como é o oposto da Toyota que tem I&D ao nível da eletroquímica e como eu disse atrás, se tornou construtor de baterias em parceria.
 

Telmo Salgado

Moderator

Afinal o tribunal terá decidido, após pressão de construtores como a Ford, revogar a sua decisão.
A SK Inovation pode manter-se em solo USA, ao que tudo indica continuará a preparar a sua fábrica em Commerca, na Geórgia.
 

Telmo Salgado

Moderator
Acho que o valor final de indemnização pode sofrer após esta alteração, é provável que a LGChem venha a receber mais.
Edit: li alguns comentários que este levantamento ocorreu numa segunda causa, sendo que a primeira está ainda válida. Aguardemos.
 
Última edição:
Top Inferior