Peugeot e-208: eficiência

Luis Neves

Moderator
O Peugeot 208 é um belo produto, o que se estende à versão EV. Com bateria de 50 kWh e carregamento a 100 kWh, no papel fica um excelente produto. Mas será assim na prática? Para quem precise de fazer muitos km, parece haver dois problemas: travagem muito rápida da potência de carregamento, levando a uma média algo banal dos 10 aos 80%, e acima de tudo, consumos elevados, demasiado elevados para uma viatura deste tamanho. Parece difícil de baixar dos 20 kWh/100 km.

A comparação em "corrida" com o velhinho Ioniq de 28 kWh dá um empate e um consumo superior em mais de 5 kWh/100 face ao Ioniq. Um 208 a gastar mais que o model S? :oops:

Vá lá Peugeot, é possível fazer melhor, muito melhor!

(este problema é naturalmente extensível a todos os modelos que usam o mesmo powertrain: corsa-e, DS3 e-tense, etc).
 

Carlos Costa

Moderator
Vi esse carro ao vivo, no salão de automóveis híbridos e elétricos do Porto. Gostei da aparência, sobretudo do GT line. Na altura identifiquei dois problemas graves: falta de espaço atrás do condutor, se este tiver mais que 1,80 m, e a colocação do cluster de intrumentos 3D mesmo em frente ao bordo superior do volante (regulei o volante em todas as posições possíveis e não consegui arranjar forma de ter visibilidade para o mostrador). Depois de ver o comparativo entre o e-208 e o Ioniq, de 28kWh, fiquei esclarecido.
 

João Prates

Moderator
CKL
Um 208 a gastar mais que o model S?
Posso estar enganado mas parece-me que não estás a comparar laranjas com laranjas ao falar do Model S.

O consumo que referes do e-208 foi feito a rolar bem mais depressa que o que o Pé-Leve rolou no Model S para conseguir menores consumos, não será?
Depois o e-208 claramente sofre de problemas de aerodinâmica, é normal, é um citadino, em estrada é claro que sofre mais aerodinâmicamente que um sedan como o S.
Finalmente, quantos e-208 compras com o preço do Model S mais barato?

Parece-me mais relevante a comparação com o Ioniq.
Nesse capítulo é impressionante ver a diferença de 15 para 20 kWh/100km, o Ioniq continua imbatível, com uma diferença de consumo 33% acima do Ioniq, é brutal.

Aí sim, é decepcionante o e-208.
 

João Prates

Moderator
CKL
Acho que estão a crucificar o e-208 sem qualquer justiça.

O carro é um pequeno citadino, tem consumos de AE elevados, é normal, qualquer citadino mesmo a combustão tem o mesmo problema, qual é a novidade?
Em circuito misto verificamos que os consumos WLTP são idênticos ou até ligeiramente melhores aos ZOE e LEAFs que por aí rolam, e ninguém diz mal deles.

O 208 é um carro acessível, que traz a mobilidade electrica a um patamar de preços que até agora não estavam disponíveis, e ainda mais o gémeo Corsa, e querem crucificá-lo?
Desculpem, não consigo perceber a vossa implicância.

A pouca diferença de consumo, mesmo a 20k km por ano, representa uma pequena margem, muito pequena, de custo anual em energia face a um Model 3 ou Ioniq por exemplo.
Mas o e-208 custa actualmente €30,450 para 275 km de autonomia e o Ioniq custa €34,900 actualmente para 250 km de autonomia.

Nem toda a gente tem poder de compra para Teslas e afins, e mesmo gastanto ligeiramente mais que um Model 3 a diferença de TCO ao fim da vida útil é vantajosa para o e-208.
Respect please, todos têm o seu lugar.
 

Telmo Salgado

Moderator
Qual é mesmo o preço do Ioniq EV?...

A campanha já não está em vigor, tenho ideia que passava ligeiramente dos 40k.
Fui ao site da Hyundai e não encontrei o PVP...
 

Luis Neves

Moderator
Acho que estão a crucificar o e-208 sem qualquer justiça.

O carro é um pequeno citadino, tem consumos de AE elevados, é normal, qualquer citadino mesmo a combustão tem o mesmo problema, qual é a novidade?
Em circuito misto verificamos que os consumos WLTP são idênticos ou até ligeiramente melhores aos ZOE e LEAFs que por aí rolam, e ninguém diz mal deles.

O 208 é um carro acessível, que traz a mobilidade electrica a um patamar de preços que até agora não estavam disponíveis, e ainda mais o gémeo Corsa, e querem crucificá-lo?
Desculpem, não consigo perceber a vossa implicância.

A pouca diferença de consumo, mesmo a 20k km por ano, representa uma pequena margem, muito pequena, de custo anual em energia face a um Model 3 ou Ioniq por exemplo.
Mas o e-208 custa actualmente €30,450 para 275 km de autonomia e o Ioniq custa €34,900 actualmente para 250 km de autonomia.

Nem toda a gente tem poder de compra para Teslas e afins, e mesmo gastanto ligeiramente mais que um Model 3 a diferença de TCO ao fim da vida útil é vantajosa para o e-208.
Respect please, todos têm o seu lugar.
Não me parece que os dados reais confirmem o ciclo wltp, e já não seria o primeiro caso. O e-208 não é um pequeno citadino, é um carro com dimensão e bateria para fazer deslocações maiores de estrada de vez em quando, e não é simplesmente aceitável que gaste mais 33% do que um Ioniq que foi lançado há vários anos. Isso significa autonomias mais reduzidas do que o expetável, nem 200 km de autoestrada faz certamente. Assim, antes um ioniq usado....
 

João Prates

Moderator
CKL
Não me parece que os dados reais confirmem o ciclo wltp, e já não seria o primeiro caso
Volto a dizer, pela segunda vez, que usei valores realistas da base de dados de VEs, não usei WLTP para fazer os meus comentários.
Foste ver a autonomia dele nessa base de dados que dei o link acima? Não? Parece-me que não, mas eu deixo o url direto:


Faz 320 km em ciclo combinado em tempo ameno.
Para um caga tacos destes parece-me excelente, desculpa, posso ter opinião diversa não?

O e-208 não é um pequeno citadino
Desculpa? Já estiveste perto ou dentro de um? É um citadino mesmo PEQUENO ó Neves!

não é simplesmente aceitável que gaste mais 33% do que um Ioniq que foi lançado há vários anos
Quando se compara com um carro que é o recordista parece demais, mas tem mais autonomia que o Leaf de 40 kWh (e carrega mais rápido) e não vejo ninguém reclamar desse!
 

Luis Neves

Moderator
Volto a dizer, pela segunda vez, que usei valores realistas da base de dados de VEs, não usei WLTP para fazer os meus comentários.
Foste ver a autonomia dele nessa base de dados que dei o link acima? Não? Parece-me que não, mas eu deixo o url direto:


Faz 320 km em ciclo combinado em tempo ameno.
Para um caga tacos destes parece-me excelente, desculpa, posso ter opinião diversa não?
Isso é a teoria. A prática, dos consumos que vou vendo reportados, será muito mais curta.

Desculpa? Já estiveste perto ou dentro de um? É um citadino mesmo PEQUENO ó Neves!
Já sim. É maior que o meu Renault 19 dos anos 90, que era de um segmento acima! Perfeitamente capaz de fazer viagens longas.

Já fiz férias um par de vezes num 208 da geração anterior, muitos milhares de km rodados, e não me queixei nadinha.... :)

Quando se compara com um carro que é o recordista parece demais, mas tem mais autonomia que o Leaf de 40 kWh (e carrega mais rápido) e não vejo ninguém reclamar desse!
Quando se compara com um carro maior e lançado há alguns anos, espera-se melhor...
 

Carlos Costa

Moderator
Já fiz férias um par de vezes num 208 da geração anterior, muitos milhares de km rodados, e não me queixei nadinha.... :)
Pois, eu também era gajo para não me queixar, mas os meus filhos teriam que ficar em casa, ou viajar com as pernas penduradas na janela, uma vez que não dá para enfiar ninguém atrás do banco do condutor, ajustando o banco para a minha posição de conforto. À frente tudo bem, o problema é o resto. Daí ser seg B, vulgo caga tacos 😂
 

Luis Neves

Moderator
Pois, tens razão, tinha isso incorreto de memória.

Mas a diferença não é muito grande: 4,16 m do R19 face aos 4,06 m do Peugeot 208. Os carros cresceram e bem....

Na altura havia um Fiat rival do R19 (não me recordo do nome) mais compacto...e os segmentos B andavam pelos 3,50-3,60 m.
 
Top Inferior