Mais um youtuber que não percebe o conceito Honda-e

João Prates

Moderator
CKL
Mais um par de vídeos sobre coisas que pouco importam num Honda-e, que será sem dúvida um carro de culto para amantes da marca, e não para competir em range ou dimensão da bagageira:


e


Achei por bem partilhar ainda assim, pelo valor que tem de obter consumos a 90 e a 120 km/h em condições muito parecidas com o que temos em Portugal em média.

Como sempre há pormenores nos vídeos dele que deixam a desejar, como o comentário de haver 1% de margem de erro no odómetro porque o velocímetro tem essa margem de erro...

Pior foi eu alertar o indivíduo para o facto do odómetro estar sempre correto, e receber uma resposta a dizer que nunca disse tal coisa... enfim... não sei porque me dei ao trabalho de o alertar.

1593426790508.png
 

Telmo Salgado

Moderator
Alguns vivem num patamar intocável!!
 

Carlos Costa

Moderator
Sigo o canal dele há muito tempo, e gosto da variedade de carros que ele testa. Basicamente o gajo consegue testar tudo o que é EV, e o meu interesse vai nesse sentido. Como é óbvio, nem tudo o que diz é verdade absoluta, mas vivo bem com isso, não é algo que me tire o sono! O que me tira o sono, isso sim, são road trips como a que ele acabou de fazer, de Oslo ao Cabo Norte. A paisagem é do outro mundo!
 

João Prates

Moderator
CKL
Depreendo portanto que para ti agarrar num pequeno citadino e fazer um teste de autonomia a 120 km/h ou de avaliar quantas caixas de bananas leva na mala faz algum sentido?

Eu tenho a ideia, quiçá parva, que se deve avaliar um automóvel no cenário de utilização para o qual foi pensado... mas admito poder estar errado.

Ao mesmo tempo quando alguém me corrige em alguma coisa em que descubro estava errado, tenho por hábito agradecer a correção, mas pronto, não sou um intocável...
 
Última edição:

Carlos Costa

Moderator
Depreendo portanto que para ti agarrar num pequeno citadino e fazer um teste de autonomia a 120 km/h ou de avaliar quantas caixas de bananas leva na mala faz algum sentido?
Depreendes mal, porque eu nem sequer emiti opinião sobre o caso concreto do Honda-e. Ainda sou capaz de analisar um vídeo e retirar dele a informação que me interessa, apenas isso.
 

Telmo Salgado

Moderator
Mais um teste em AE...


After setting the vehicle to the proper GPS-rated speed of 90 km/hr, Nyland was able to drive the Honda e 176 km (109 mi) with a remaining state of charge of 6%.

Nyland charged back up to 100% and headed back out to the highway, this time to drive at a steady 120 km/hr which is equal to about 75 mph. At the higher speed, the Honda e was only able to go 121 km (75 mi). The consumption rating at the higher speed was 225 Wh/km (302 Wh/mi), which is particularly bad.


Pois, nada famoso, mas neste caso o articulista reconhece que o ambiente natural do Honda-e são as urbes:

However, much like the MINI Cooper SE, the Honda e isn't best suited for long high-speed highway driving. It's designed to be driven in the congested cities of the world, and used in that fashion it appears to be a fun little runabout with lots of cool features.
 
Top Inferior