Feedback Yaris HSD

Pedro Oliveira

Active member
Necessitava aqui de uma opinião dos mais sábios.

O meu irmão está a pensar em trocar de carro, atualmente tem uma Seat Ibiza 2L de 2000 TDI Sport.

Tendo perguntado a opinião sobre o Yaris HSD 1.5, modelos até 2014 no entanto não tenho conhecimento, por isso procurava opinião.

O seu funcionamento e grantia da bateria hibrida é igual aos outros HSD, exemplo auris?

P.S @Joao Ferreira partilhei a informação do teu carro com ele
Obrigado
 

Bruno R. Almeida

Well-known member
Espero não estar a dar uma facada muito grande, mas a quando da venda do meu Prius 2G ainda pensamos em optar por 1 Yaris HSD pois o grupo motriz era igual, o conjunto de bateria era igual, apenas estava limitado nos HP (100HP no Yaris).

Tendo em conta que tive o 2G durante 9 anos sem um único ploblema e que pelos relato que vou tendo do seu atual dono, o que lhe substituiu foi a bateria de 12volts, é carro para fazer um brilharete, inclusive nos consumos dado que é mais leve que o Prius 2G.
 

Telmo Salgado

Moderator
Sim, em tudo parecido.
A experiência com Yaris HSD é de familiar próximo, tem 50mil km somente, mas é de grande satisfação.
 

Luis Manuel

New member
boas,
A diferença entre as viaturas é enorme, o fumarento responde rápido e o Yaris é mais molengão, vai notar uma grande diferença,
mas com o tempo vai voltar a "aprender" a conduzir antecipando os obstáculos. vai ser fácil.
 
Dependendo dos percursos habituais, aconselhava o Auris HSD...

Fora do ambiente "puro" urbano, tenho a percepção de que facilmente o 1.8L HSD fará bem melhor que o Yaris HSD agora substituído...

Pessoalmente, o novo Yaris HSD é um projecto incrível, o primeiro... Já acho que é "assim-assim"...
 

Joao Ferreira

Moderator
P.S @Joao Ferreira partilhei a informação do teu carro com ele
Obrigado
obg.
não sei qual o orçamento dele mas o yaris é um carro competente embora um pouco caro Quando comparado com outro carro ainda mais competente como o Serrano...
. agora a sério, ele vai sentir um downgrade ao ir para o yaris. o Ibiza 2.0 é um bicho embora extremamente poluente.
se for para nadar só em cidade acaba por se habituar mas se for para rolar em estrada acho k devia ponderar algo mais corpolento (Auris por exemplo)
 

Pedro Oliveira

Active member
Eu tb já lhe disse o mesmo, comprar um carro um pouco maior, com mais corpo. Ele atualmente Tb têm um Dacia Sandero StepWay GPL mas é limitado, na altura avisei o, mas não ouviu o irmão mais velho, preferiu ouvir antes a mulher.

O que ele quer é um carro bom, com pouco km e MT barato.
Inicialmente não acreditava nos consumos dos HSD, mesmo só a gasolina, agora quando lhe mostro os consumo até fica de boca aberta, este fim de semana mostrei lhe o consumo que fez de Santo Tirso a São Jacinto em Aveiro, 3,4 de consumo no CB nem sabia o que dizer.
 

Joao Ferreira

Moderator
O que ele quer é um carro bom, com pouco km e MT barato.
Eu tb... aliás! todos nos queremos essas 3 premissas! é o chamado BBB da malta das bikes, Bom Bonito e Barato
Mas estamos perante um triângulo cujas pontas nunca se conseguem tocar...

Um carro Bom com poucos Km dificilmente será barato
um carro barato e bom provavelmente terá muitos Km
um carro com poucos km e barato provavelmente tem despesa gigante escondida algures...

nao acreditar nisto é ser cego... e gostar de ser enganado.
 
Pela ainda pouca experiência que tenho dos híbridos parece-me consideravelmente mais difícil estragar um híbrido (e talvez também um eléctrico) que um carro exclusivamente a combustão.

O sistema de gestão híbrido está tão à prova de asneira que, mesmo tentando provocá-la, não deixa. Evidentemente que, se o artista atirar com ele para cima de todos os buracos e passeios das redondezas, vai estragar muito, mas mesmo quando se está em vias de encostar a outro, ou a uma parede, ele não deixa!

Assim, parece-me que o paradigma dos muitos kilómetros neste tipo de carros é bem mais elevado (do ponto de vista de motor e transmissão, claro! Suspensão, interiores, etc. São iguais); quaisquer 100k kilómetros noutro carro, neste poderão multiplicar-se facilmente por 2.

A bateria, poderá ser uma das preocupações, mas, se ainda estiver na garantia dos 10 anos, ou se já tiver sido trocada, ou ainda, se no valor da compra esse valor for tido em consideração no negócio, acho que será de muito maior confiança que num carro "normal", gasolina ou gasóleo.
 
Não sei como estará agora, mas os primeiros Yaris híbridos consumiam mais que os Prius, pelo que sei por terem uma bateria de menor capacidade.
 

Telmo Salgado

Moderator
Já foi debatido, a média do Spritmonitor é inferior à dos Prius, exceção para o 4G.
Na cidade consome naturalmente menos, e perde em AE. Mas na média o Yaris HSD (2012-2020) faz 4,8.
 

Joao Ferreira

Moderator
Assim, parece-me que o paradigma dos muitos kilómetros neste tipo de carros é bem mais elevado (do ponto de vista de motor e transmissão, claro! Suspensão, interiores, etc. São iguais); quaisquer 100k kilómetros noutro carro, neste poderão multiplicar-se facilmente por 2.

A bateria, poderá ser uma das preocupações, mas, se ainda estiver na garantia dos 10 anos, ou se já tiver sido trocada, ou ainda, se no valor da compra esse valor for tido em consideração no negócio, acho que será de muito maior confiança que num carro "normal", gasolina ou gasóleo.
concordo plenamente
 
Já foi debatido, a média do Spritmonitor é inferior à dos Prius, exceção para o 4G.
Na cidade consome naturalmente menos, e perde em AE. Mas na média o Yaris HSD (2012-2020) faz 4,8.
Desculpa Telmo, tens razão: já tínhamos debatido este assunto.
Custa-me no entanto engolir que um Yaris não se destaque no seu segmento, ao contrário do que acontece com os irmãos mais crescidos.
O SEAT aqui referido fará provavelmente uma viagem mais económica que o Toyota, o que será difícil de engolir para quem fizer a troca. A não ser que esteja verdadeiramente motivado para evitar um pouco de poluição, bem entendido!
 

João Prates

Moderator
CKL
Duvido mas mesmo a sério que um Seat Ibiza 2L de 2000 TDI Sport gaste menos que um Yaris HSD se ambos circularem dentro dos limites de velocidade.
Se por outro lado se mandarem para os 140 km/h ou coisa parecida já não me custa nada acreditar, nessas cargas o diesel será naturalmente mais eficiente.

Não esquecer também que o diesel é um combustível mais denso que a gasolina do ponto de vista energético.
Portanto gastar menos litros de diesel não significa gastar menos energia, entenda-se, embora o que importe ao condutor seja o rombo na carteira, na maior parte dos casos.

No capítulo da emissões, será como comparar água de esgoto com o melhor moscatel... esgoto diesel do grupo VW todos dispensamos.
Em fiabilidade e custos de operação também não há comparação possível, o diesel não tem a mais pequena hipótese.

Portanto a conclusão como sempre é que para apurar o Total Cost of Ownership temos de olhar para todas as parcelas, e não apenas para o custo do combustível.
Como sempre.
 

Léo Grova

Well-known member
A minha família vendeu há pouco um Yaris Hsd de 2015...
Deixem-me pôr as coisas neste prisma - é um carro que é impossível vender, e ficar contente.

É um carro honesto, com uma ergonomia fora de série.
Económico, fiável...

É um super mini car.

Aliás, foi o carro que me despertou para a realidade da mobilidade sustentável.

Outra coisa - João Ferreira - o BB, existe. É raro. É uma questão de timming e sorte também.

Agora, não dás um pontapé numa pedra, e aparece um BBB.

O meu Prius, foi um BBB. Passam largos meses até aparecer um BBB, mas eles aparecem.

Olha, o meu Yaris de 2015, com 30kkms, foi, para a compradora um BBB.
 

Pedro Oliveira

Active member
Duvido mas mesmo a sério que um Seat Ibiza 2L de 2000 TDI Sport gaste menos que um Yaris HSD se ambos circularem dentro dos limites de velocidade.
Se por outro lado se mandarem para os 140 km/h ou coisa parecida já não me custa nada acreditar, nessas cargas o diesel será naturalmente mais eficiente.
A SEAT tem consumos de 5 a 6 Lts.
 

Pedro Oliveira

Active member
O consumo dela misto está nos 5,5 no CB.
Segundo o meu irmão se for uma condução calma para os consumos, ele diz que já chegou a fazer 4,5(sem grandes acelerações e arranques), o que é difícil nesta carrinha, que é MT nervosa. Mas em AE viagens mais , até aos 150 não ultrapassa os 6, diz que não se lembra de ultrapassar.
 

João Prates

Moderator
CKL
Isso só vem confirmar o que o @Telmo Salgado e eu dissemos, ou estou a ver mal?
Em cidade o Yaris HSD vai gastar menos, em estrada deve andar ela por ela, e em AE desde que dentro do limite legal gasta o mesmo, ou ligeiramente mais quando muito.

Mas repito, o consumo de combustível é apenas uma dimensão da questão, não é o filme todo, para apurar o TCO há que considerar tudo.
Se for para comprar novo, então aguardem pelo novo modelo, não caiam na patetice de comprar o anterior, e vão ver consumos do outro mundo pelo que dizem.
 

Duarte Semedo

Moderator
Cá em casa moram um Yaris HSD (de 2018) e um Auris HSD.
Eu costumo conduzir o Auris, e a minha mulher o Yaris. Ela está encantadissíma com o carro.
O Yaris veio susbtituir um Honda Jazz (1.25 de 78cv).
Os consumos passaram de 6,8L para 4,8L. Além disso, o Yaris ganha em conforto, e andamento.
Estes consumos são do trajecto habitual que ela faz, que tem muito pára-arranca.

Mas atenção que em ritmos de passeio o Jazz também é um carro muito económico.
Uma altura em que só eu andava com o Jazz, cheguei a fazer 1 depósito completo com média de 3,6L!!!

Comparando com o Auris.
O Yaris em trajectos iguais faz consumos muito semelhantes ao Auris, depende do andamento, e do relevo do percurso.
As diferenças do consumo não chegam a 10%. Por exemplo, se num determinado percurso o Auris faz 3,7 o Yaris faz 3,5.
Estou a falar de percursos relativamente pequenos, até 50 km.
Quando são passeios maiores costumamos ir no Auris.

A posição de condução do Yaris faz-me lembrar a de um kart, talvez pela inclinação do volante. No modelo de 2014 isso ainda era mais evidente.
 
Top Inferior