Diário de Bordo do Paquiderme Eletrificado - XC90 T8

Olá a todos,

Queria deixar aqui um novo registo, menos positivo, do XC90 T8.
O carro está neste momento parado nas oficinas Volvo, à espera de peças de substituição na transmissão elétrica.

Há algumas semanas, começou a fazer ruído durante a travagem regenerativa. Quase inaudível ao princípio, só se notava quando se passava junto a um muro ou parede que refletisse o som.
O ruído é de baixa frequência, típico de motores elétricos - provocado provavelmente por arcos.
Foi piorando ao ponto de se notar em qq situação de dentro do carro, ouvindo-se mais que o motor térmico (quando em uso), e depois passou a notar-se também ao aplicar potência na transmissão elétrica.

A Volvo ainda não me disse o que é, apenas que está à espera de peças, previstas para dia 12 de novembro. E até lá é esperar - já está parado desde dia 27 de outubro

Ficam aqui as minhas notas de desapontamento:
  1. Uma avaria no sistema elétrico ainda em período de garantia (acaba este dezembro, menos mal) - não é suposto ser o ICE menos fiável? E num Volvo??;
  2. Um drama para encontrar uma oficina oficial Volvo que possa receber um carro em avaria (algumas com tempos de espera de 15 dias!!) - a Volvo está a ser vítima do próprio sucesso?
  3. Tempos de espera de peças perto de 2 semanas...

Abraço!
 

Telmo Salgado

Moderator
a Volvo está a ser vítima do próprio sucesso
A Volvo não é vítima nenhuma, o cliente é que é.

Fico muito desapontado com a situação, diminui o bom usufruto da máquina.
 

João Prates

Archie Bunker
Viva @Ricardo Salgado ,

1) Parece-me que este tópico acabou por "descambar" para um belo diário de bordo, pelo que sugiro alteres o título a condizer, com nome de batismo então ficava um mimo;
2) A minha percepção e historial Volvo dizem que problemas é mato, mas ao incluirem/electrizarem os modelos tive esperança que fosse uma página virada, aparentemente não;
3) Já há muitos anos atrás era difícil reservar revisões, e eu morava mesmo perto deles em Queluz de Baixo, ia lá facilmente ver a agenda, era sempre complicado. Daí para cá o que tenho ouvido falar é sempre de muita reestruturação na empresa, nas concessões, e as oficinas cada vez mais limitadas. De facto como diz o @Telmo Salgado o cliente infelizmente é quem sai sempre a perder destes "des-nortes" (ou des-suis?) na gestão, é pena;
3) Os tempos de espera por peças já é outra história, que nesta altura creio serem mais ou menos transversais a todas as marcas, não só à Volvo.

No final ficamos todos com muita pena que estejas a passar por isto.
Esperemos ao menos que uma vez reparado não ande apenas uns dias bom para voltar ao mesmo como sucedeu com o Hyundai do @Joao Ferreira.

P.S. - Eu era fã Volvo, tive uns 3, e nunca foram isentos de problemas. Depois experimentei Nissan, e vi a luz, nunca mais saí de Japonês, sempre a subir na qualidade, recomendo.
 

Telmo Salgado

Moderator
Bom dia!

Vai por favor mantendo a atualização deste assunto.
Entretanto, podes falar um pouco sobre a viatura de substituição...
 
Bom dia!

Vai por favor mantendo a atualização deste assunto.
Entretanto, podes falar um pouco sobre a viatura de substituição...

No entretanto, mantêm-se os prazos: peças só chegam no dia 12, da Suécia.
Não ajuda o facto de ser uma reparação ao abrigo da garantia, portanto a Volvo não está com pressa. Pressa tem é a locadora, que está a pagar uma viatura de substituição.

A viatura de substituição foi uma agradável surpresa: um Honda Jazz Hybrid.
Muito confortável, e com muitos das características que é normal encontrar em carros mais caros: keyless entry e start/stop, ajudas à condução avançadas, incluido cruise control adaptativo e LKAS, e ajudas ao estacionamento.
Veio foi com o sistema de infotainment desativado (parece faltar um fusível ou qq coisa desse estilo, nem as portas USB dão sinal), portanto não vos posso dizer os consumos.
 
completa da transmissão elétrica traseira. Não souberam explicar porquê
As tantas outro rolamento a nao conseguir suportar o torque como o da hyundai.

Duvida, esse eixo traseiro tem motor dedicado? Se sim convem verificar os alinhamentos dos veios do mesmo bem como os rolamentos associados. Os danos na transmissão podem refletir.se também no motor
 
As tantas outro rolamento a nao conseguir suportar o torque como o da hyundai.

Duvida, esse eixo traseiro tem motor dedicado? Se sim convem verificar os alinhamentos dos veios do mesmo bem como os rolamentos associados. Os danos na transmissão podem refletir.se também no motor
A transmissão elétrica traseira tem um motor dedicado, sim.
Não me parece que fosse dos rolamentos, pouco correlacionado com velocidade. Acontecia apenas em carga, a regenerar ou a empurrar, e parecia um ruído mais elétrico que outra coisa (arcos a saltar).

Mas de facto, no nosso caso a transmissão elétrica é muito usada, mais de 70% dos kms são a eletrões.
 
Top Inferior