Diário de bordo do Lieutenant Miles Crusher - Prius PHEV 2017

Léo Grova

Active member
A informação mais relevante, é o desvio do CB de 0,2L.
A informação acima, foi escrita após confronto de dados computador de bordo/ Spritmonitor.
E de facto, para esse atesto, no meu CB indicava 2, 7l/100km; enquanto que no Spritmonitor indicava 2,9l/100km - os tais 0,2l de desvio.

Acontece que neste último atesto, o desvio foi muito menor:
1,3l/100km CB vs 1,34l/100km CB.
Passámos então de um desvio de 0,2l, para um desvio de 0,04, o que é praticamente negligenciável.

Vamos ver como correm os próximos.
Alguém tem mais dados para analisar?

Ps: a forma de atesto, foi praticamente igual - inclusivamente a bomba e o tipo de combustível foram iguais.
 

Léo Grova

Active member
Hum... muito interessante.
Se percebi bem, quanto menor o consumo médio, menor o desvio.
Então aquele valor ao qual eu tinha chegado no 4G, eram os 6% de 4l/100km...
Faz sentido.
Obrigado Telmo.
 
Última edição:

Léo Grova

Active member
Alfragide, 26 06 2020,

Mais uma viagem ao Algarve, tranquila, em paz, sem stress e novamente sem paragens .

Sai de Alfragide com 100% de SoC ( na realidade 84% de SoC 😉). Usei a bateria até chegar aos 10% de SoC. Este intervalo serviu para a ligação à A2, e já na A2 , ainda com bastante energia, programei o cc para 110km/h. O carro foi gerindo, activando o mci esporadicamente, quando o declive aumentava.
Aos 10% de SoC passei para modo HV e programei o cc para 125km/h ( os tais 120km/h reais).
Estes 10% restantes, foram utilizados na parte final da viagem, assim que sai da via do Infante, na ligação final a Vilamoura.

Há pontos neste carro que nunca é demais enaltecer :

O AC é soberbo - é daqueles ACs que com a programação certa são eficientes sem serem agressivos. Só há disto em carros premium.

E outra coisa são os máximos automáticos e adaptativos. Não há palavras - transformam a condução nocturna em "diurna". Só me vem uma palavra à cabeça - soberbos!

Os resultados de mais esta viagem maravilhosa, de porta a porta:
20200627_023505.jpg
 

João Prates

Moderator
CKL
Subscrevo na integra os comentários do AC e dos farois, mas acima de tudo dos faróis, são fantasmagóricos, só experimentando se consegue perceber, do outro mundo!

Acho que tinhas feito melhor média se tivesses programado o CCA para fazeres a AE toda a 125 km/h, deixar gastar EV em AE é má tática, experimenta da próxima.
 

Léo Grova

Active member
Acho que tinhas feito melhor média se tivesses programado o CCA para fazeres a AE toda a 125 km/h, deixar gastar EV em AE é má tática, experimenta da próxima.
Cumpro sempre isso João - nunca usar o EV em AE.
A questão é que neste trajecto, não tenho kms de ligação para esgotar a bateria fora da AE.

Já tinha feito o trajecto antes com o Prius, e cheguei com muita energia.
Ou seja, sabia de antemão que 10% dava (e sobrava - 4%) para a ligação final, então foi só uma questão de optimizar a energia que tinha.
Em termos absolutos, acredito que não faça grande diferença os minutos a menos que o mci não trabalhou na AE.

Volto para Lisboa domingo à noite, sozinho - vou aproveitar e vou fazer a viagem nos mesmos moldes, mas desta vez com cc a 110km/h.
Bem sei que os trajectos são diferentes - aliás bem diferentes, com o Ioniq, a vinda para Sul era a 120km/h e só uma paragem; o regresso era feito também só com uma paragem, mas a ter q reduzir - e muito - a velocidade, para conseguir chegar a casa. Aliás, em boa verdade, as últimas vezes parava 2 vezes para não ir aflito.
 

João Prates

Moderator
CKL
OK, não sabia, então esquece o meu comentário, eu teria feito o mesmo.

com o Ioniq, a vinda para Sul era a 120km/h e só uma paragem; o regresso era feito também só com uma paragem, mas a ter q reduzir - e muito - a velocidade, para conseguir chegar a casa. Aliás, em boa verdade, as últimas vezes parava 2 vezes para não ir aflito.
É a vantagem dos PHV - no compromise!
 

Léo Grova

Active member
É a vantagem dos PHV - no compromise!
É mesmo isso João. Isso, a simplicidade e a paz de espírito.
Vocês não imaginam - à aproximação de aljustrel, de BEV, a minha frequência cardíaca disparava. Não estou a exagerar. Não me interpretem mal - "andar a electrões" é maravilhoso . As minhas duas últimas escolhas de carros comprovam isso.
Mas quem como eu, viaja muitas vezes por ano, com a rede como está... não é fácil.
O que vou escrever a seguir pode parecer estúpido, mas é tal e qual o que sinto ou senti - todas as vezes que os carregamentos correram mal, e com a família a bordo, era inundado por uma sensação que estava a falhar como pai e marido.
As pessoas são diferentes, espero que compreendam e respeitem este meu desabafo mais pessoal.
 

Carlos Costa

Moderator
Mas quem como eu, viaja muitas vezes por ano, com a rede como está... não é fácil.
Ter uma rede como a que temos ou não ter é praticamente a mesma coisa. Ter uns PCRzinhos espalhados pelas AE, a servir um cliente de cada vez, é anedótico, sofrível e uma vergonha. Não somos nós que falhamos Léo, é este país atrasado que temos que falha no essencial aos seus cidadãos. Precisamos de centenas de PCR, de 50kWh, no mínimo, espalhados por todo o país, desde o litoral ao interior, desde a cidade mais movimentada ao cantinho mais remoto! Precisamos de chegar a uma área de serviço na A1, A2, A3, etc. e ter uns 8-10 PCR's, não é 1. Se houvesse uma rede decente as vendas de EV's disparavam ainda mais! Com sorte bastariam uns 2 ou 3 % daquilo que enterramos no BES e afins para concretizar um investimento destes.
 

William Esteves

Well-known member
@Léo Grova é algo que também me deixa reticente, a rede pública de carregamento... E apesar de perceber haver apenas um posto por localização (para abranger maior território), penso que se fossem haver menos localizações para o mesmo número de postos (do género de hubs) iria aumentar consideravelmente a confiança na rede pública...

E mais uma vez o Prius PHEV a demonstrar a sua incrível eficiência, 260km a mais de 100km/h com um resultado de 4,1L/100km é extraordinário!
 

Léo Grova

Active member
Esta segunda de madrugada, fiz o regresso a casa. Nos moldes que já tinha falado aqui:
cc a 110km/ nos 240kms da A2.
Mode EV nas ligações, e um pouco na A2, assegurando-me que as ligações seriam totalmente em modo EV.
Antes de apresentar os resultados, deixem-me dizer que apanhei muito vento durante praticamente todo o trajecto. Como é que sei? Pelo barulho - a viagem foi extremamente ruidosa, coisa que, ainda para mais a 110km/h, não costuma ser.
Pelas minhas previsões, iria demorar mais 10 minutos. 10 minutos numa viagem de 2h30m...
E não falhou muito:

20200629_034856.jpg

20200629_034905.jpg

Este valor de média é muito bom! Energeticamente é muito mais exigente regressar, do que ir para o Algarve. Os ventos usuais também contribuem muito para isto.

Os valores após a primeira ligação:

20200629_011534.jpg

20200629_011531.jpg


Os valores após 224 km de viagem - 210kms aproximadamente de AE.( peço desculpa pela qualidade da imagem)
20200629_031903.jpg

20200629_031908.jpg




Com mais esta experiência, tenho uma forte convicção, que a 110km/h, para o Algarve, entramos no número mágico dos 3l/100kms.

Talvez veja isso no próximo fim de semana.
Até já.
 

Anexos

Última edição:

Léo Grova

Active member
É mesmo João.
Tem alguns pontos que podiam ser melhorados - a mala é um deles. Mas até aqui, há que tecer umas considerações. A mala parece mais pequena do que na realidade é.
Levei a bagagem que levo normalmente para as férias - a minha mulher e o meu filho ficaram no Algarve - e a verdade é que levou tudo. Com um pouco mais de esforço, mas levou.
Esta mesma mala, abortou a primeira tentativa que fiz de ter um Prius PHEV... que pena.
😁
 

João Prates

Moderator
CKL
Sim, como eu costumo dizer, as mulheres fazem até a mala de uma Ford Transit parecer pequena... quanto mais lhes dás... mais elas querem... há que meter travão.

Para mim a prova de fogo é a ida mensal às compras de hipermercado, e aí claramente o PHV entra em problemas, há que reconhecer.

Mas que com jeito dá para bem mais do que parece, isso dá, é preciso saber jogar Tetris? Fixe, faz-se!
 

Luis Neves

Moderator
Bom, o problema para mim,são as viagens que não são ponto a ponto. A mala sem a cortina até encaixa umas coisas. Simplesmente andar a passear com a bagagem à vista não é muito interessante. Já se for para transportar cangalhada entre dois pontos, acaba por não ser tão má assim.
 

Léo Grova

Active member
Oh hail the King!!
The King is back!

Prius prime, the King of efficiency!!

Uma só palavra Brutal!!

Alfragide - Vilamoura , porta a porta :
20200702_184614.jpg

Eu já sabia que ia entrar em território de 3l/100km
... mas 3,1 ?!
Este carro não pára de me surpreender !!
Andamos nós à procura do Santo Graal
da mobilidade sustentável... e ele já existe! Chama-se Prius PHEV!

Assim que tenha um tempinho elaboro a publicação - tenho mais fotos e mais coisas a dizer... mas epá... que máquina!!
 
Top Inferior