Diário de Bordo do Hyundai Ioniq Electric "le Xeriff"

Pedro Tiago

Knight that says "Ni"
Resumo do antigo DB:
Em Abril de 2019 foi iniciada a nova fase da mobilidade sustentável.

Em 2015 passamos de 2 diesel fumarentos para a nova "aventura" hibrida.
EM 2018 livramo-nos do diesel e passámos a ter 2 hibridos Toyota.
2019 traz-nos uma garagem com um hibrido e um EV.

Le Xeriff chegou ontem a Lisboa, vindo de Santa Maria da Feira, tendo percorrido para isso cerca de 300kms para chegar à capital, com uma carga rápida em Santarém, sendo conduzido pelo nosso co-forista Jasmim.
IMG-20190411-181724
Foi entregue com pouco mais de 15.000kms no odometro e carga suficiente para fazermais de 100kms.
IMG-20190411-WA0000
À chegada ao emprego, já fora de horas, teve de ser apresentado aos lugares da Emel uma vez que já não havia lugar no parqueamento.
IMG-20190411-182702
à saída, tempo para configurar o bluetooth e pc mais e fazemo-nos à estrada que o transito está a acumular...
IMG-20190411-190656
Primeira viagem com muito transito para sair de Lisboa e um consumo de 10.6... nada mau!!!
IMG-20190411-WA0022
Tempo de apanhar a família e ir jantar fora aproveitando para experimentar o cabo menekes e um carregador do Mobi.e (com um cartao emprestado para o efeito)
IMG-20190412-075446-01
De manhã ao chegar ao emprego, já descansou à sombra....
 

João Prates

Archie Bunker
A eficiência do Ioniq é qualquer coisa de extraordinária, de nos deixar de queixo caído.

Este é sem dúvida um dos factores que com o passar do tempo e vulgarização dos EVs vai começar mais a ser tido em conta.

Afinal, se reclamamos e lutamos por consumos baixos nos carros com MCI, porque motivo não o podemos/devemos fazer com os BEV?

É só uma questão de tempo, de educação, e lá chegaremos.

Parabéns Pedro!
 

Pedro Tiago

Knight that says "Ni"
Confesso que apesar de gostar do carro esteticamente (embora para mim este aspecto cada vez pese menos para a escolha de um carro) nunca pensei em comprar um Hyundai.

Coincidencias... passei à porta de um stand da marca e entrei... com meia duzia de palavras tinha um testdrive agendado de 24 horas... a eficiência do carro encaixava que nem uma luva no meu perfil de utilização... pareci mesmo que estava a pedir... eu atendi ao pedido :cool:
 

Pedro Tiago

Knight that says "Ni"
Pouco mais de 4 meses e quase mais de 8.500kms em cima do ioniq. Tem andado que se desunha.

Apesar de termos um CHR novo em casa a família tem preferido, tb ao fim de semana rolar em eléctrico.

Já fizemos umas visitas a Óbidos, Peniche e Vimeiro... ainda não nos aventuramos no mundo dos PCRs.

Quanto a problemas, ou eventuais problemas, tenho a registar um som tipo "grilo" quando o carro está a regenerar, não sei se fazia inicialmente, estou muito mais atento aos barulhos agora.

Também depois do carro estar parqueado com o "P" no selector, parece que algo fica preso, eventualmente na roda direita traseira, como se uma pastilha ficasse a roçar no disco, é mais perceptível quando faço a primeira curva para o lado esquerdo. Depois de usar o travão desaparece.
 

Pedro Tiago

Knight that says "Ni"
17.000kms adicionados ao odometro em 8 meses. Em dezembro foi À revisão, 41,70€ foi o valor da "dolorosa".

Com o tempo frio e a chuva registo uma perda de eficiencia na ordem dos 10% em relação ao tempo mais quente, ainda assim tem permitido carregar dia sim, dia não, mantendo a utilização da bateria entre os 30% - 90% de carga.

Uma máquina!
 

Bruno R. Almeida

Wellness Coach
11,4kWh de média em 10 meses, dos quais os últimos 5 foram de tempo invernoso..... Está aqui um belo caso de sucesso....:love:
 

Pedro Tiago

Knight that says "Ni"
Infelizmente o Ioniq não tem vários contadores de média para puder guardar, a partir de agora vou tentar fazer o reset mensalmente, apontando tb os kms, para ver as variações conforme a estação do ano. Do que me tenho apercebido, a chuva e o vento influenciam bastante mais do que o frio que se faz sentir na zona da grande Lisboa.
 

Pedro Tiago

Knight that says "Ni"
A máquina passou este fim de semana os 40kkms, nada de novo a assinalar, com as primeiras chuvas voltei a ter a sensação que os pneus montados de origem no molhado não me satisfazem mesmo nada! Acho que são os primeiros michelin de que não gosto.

Entretanto pude brincar como odbII que veio há umas semanas da Amazon, ficam alguns printscreens que grevei na altura, comentários???

Screenshot_20200906-154834.jpg


Screenshot_20200906-154510.jpg


Screenshot_20200906-155429.jpg


Screenshot_20200906-155340.jpg


Screenshot_20200906-155122.jpg
Screenshot_20200906-155028.jpg
Screenshot_20200906-155041.jpg
 

Pedro Tiago

Knight that says "Ni"
Bolas. que o homem mora longe da padaria!
Nestes últimos meses a média total deve andar nos 11,8kwh/100km, fiz um reset ao contador e perdi alguns dados.
Durante a pandemia o carro circulou pouco e no ultimo mês não tem servido para ir ao pão, mas quase... Nas voltinhas aqui da cidade do Montijo, raramente passo da casa dos 10kwh/100.
 

João Prates

Archie Bunker
Ou não, ou não...

O algoritmo que apura o SoH é muito estranho, não é normal manter 100% tanto tempo por tantos kms... algo não está bem no reino...

Quando eu tinha a BMW C-Evolution que agora é do @Alexandre Perdigão eu fazia sempre questão de me darem o SoH da bateria a cada revisão.
Uma das vezes passei-me dos carretos quando me deram um SoH mais elevado que na revisão anterior!

Creio que os fabricantes já sabem que a malta usa software de scan OBD para ver o SoH e martela os valores de propósito para impressionar.
Ou isso ou esquemas mirabolantes como o da Mitsubishi...

Uma coisa é certa: Todas as células perdem capacidade com ciclos de carga/descarga, é impossível manter o SoH a 100% por tanto tempo se o SoH de facto traduzir a capacidade da célula.
 

João Prates

Archie Bunker
Alguma coisa é feita, porque dizes e como refere o @Luis Neves a capacidade útil não se altera que se note pelo utilizador, mas sabemos que é fisicamente impossível.

Enquanto a autonomia for sendo mantida, o utilizador ganha com isso, mas cheira-me a que depois de "esgotar as cartas na manga" se vai notar a quebra abrupta de autonomia.

É tema para irmos acompanhando.
 
Top Inferior