Diário de bordo do Anjo Branco - João Crisóstomo

Ora bem, vou transcrever o que diz a factura:

Intelligent tester 1/2 - 13,65 +IVA
Análise, detecção de avaria, verificação sistema alimentação 45,50+IVA
Vela (todas) R&I 27,30+IVA (talvez isto seja mão de obra)
Velas de ignição 72,72+IVA

A peça de que o engenheiro falava seria a transmissão - pelo que percebi. Disse que tinha aparecido um Prius igual ao meu com os mesmos sintomas. Que não era uma avaria comum, antes pelo contrário, mas que já tinha acontecido.

Respondendo à tua pergunta sobre as velas:

Quando adquiri o Prius perguntei ao anterior proprietário se as tinha trocado nos anos que usou o carro, isto porque no histórico em Portugal não aparecia nenhuma informação. Respondeu que tinham sido trocadas em Espanha aos 120.000 km e que na última revisão feita em Portugal lhe tinham dito que não precisava de as trocar.

Dada a impossibilidade de saber qual a real quilometragem deste carro, também é impossível saber quantos quilómetros fez desde que as substituiu em Espanha. Isto considerando a quilometragem real.
Já se considerarmos aquela que actualmente aparece registada no conta quilómetros (199.000) descontando os 120.000 temos cerca de 80.000 que será a média entre troca de velas.

Se assim for está tudo bem e estava na hora da substituição. Já se estas contas, e quilómetros, não forem reais aplica-se o teu raciocínio. O futuro dirá.

Abraço amigo
Crisóstomo
 
Amigo Telmo,

De todos os Prius que poderia ter comprado, e experimentei vários, escolhi não sei se o mais desgastado, se um que não teve a devida assistência.

As mazelas são agora mais pequenas, as visíveis, e aquando da inspecção que será em Novembro conto corrigir algumas delas.

Num inventário que tenho vindo a fazer, detectei:

Borrracha do limpa pára brisas traseiro está em fanicos
Borrachas dos batentes das portas dianteiras desapareceram pelo menos 3
Pintura do capo e peças laterais precisam de ser pintadas
Sensor de estacionamento lateral esquerdo desapareceu

Isto é o que está à vista.

Quando o comprei ainda coloquei a hipótese de investir em packs de segurança e ópticas melhoradas. Isto pensando que tinha uma margem financeira que entretanto foi absorvida pelas avarias.

Colocadas as ambições de lado, o que resta é um carro que gosto de conduzir, e que, não fossem alguns sobressaltos repentinos, até me esquecia do que já sofri.

Mas mantenho a esperança.

Abraço amigo
Crisóstomo
 
Top Inferior