Diário de Bordo de uma avaria na Bateria HV - PRIUS Serrano

Joao Ferreira

Moderator
Staff
Cliente Ecowatt
Este era para ser o local do meu novo diário de bordo do Prius Serrano. no entanto foi convertido para o diário da reparação da bateria HV do Serrano.

Para quem não conhece o Serrano é um Toyota Prius 3G de Maio de 2010, atualmente convertido a GPL.

Diário de Bordo de um PRIUS Serrano - João F.
 
Última edição:

Joao Ferreira

Moderator
Staff
Cliente Ecowatt
a bateria continua a sofrer de parkinson.
O carro foi à revisão dos 165.000 na semana passada e foi feito o teste ao sistema híbrido. Não foi surpresa passou com distinção. No entanto o chefe de oficina quer agendar uma volta comigo para ver os sintomas in loco, deixei agendado para as minhas próximas férias...

Tirando os vai e não vai da bateria HV o carro está perfeito, o sistema de GPL é fantástico, pq não converti mais cedo... em 4 meses o carro rolou 10.000km e espero que assim continue...
 

Bruno R. Almeida

Active member
João,

É sempre a dar gás, literalmente! ;) (10.000km em 4 meses, são 2.500km/ mês! E eu a pensar que andava muito)
 

Fábio Teles

New member
Vou acompanhar este tópico e a questão da bateria. Espero que na oficina te ajudem e descubram a situação da bateria.
 

João Prates

Moderator
Staff
Uma bateria HV de um carro com 9 anos e mais de 150.000 km feitos 90% em terreno de serra com declives acentuados, não é de admirar que esteja a dar sinais de fadiga.

Como a garantia é de 10 anos, há que esperar que a marca reconheça o problema, e tome a atitude correcta que é oferecer nova bateria enviando esta para reciclagem.
 

Pedro Tiago

Active member
Cliente Ecowatt
há que esperar que a marca reconheça o problema, e tome a atitude correcta que é oferecer nova bateria enviando esta para reciclagem.
Pois... aí é que reside o problema. A Toyota, pelo menos os concessionários portugueses, mesmo quando confrontados com o problema, apresentados os factos, e fazendo os testes diz que está tudo bem.

Uma pena e uma tristeza que só serve para denegrir um produto de excelência! - Quando Fui ver o Corolla e o vendedor me viu chegar de Ioniq, perguntou-me pelo Auris, foi isso que tive de lhe dizer :(
 

João Prates

Moderator
Staff
Concordo.

É muito mau o teste à bateria da Toyota, ela tem de estar mesmo mesmo no limite dos limites inferiores para aquilo acusar falha e activar a garantia.

Sugiro que formem um grupo entre todos os que se acham afectados, e façam uma moção de grupo junto da Toyota a reclamar por melhores testes.
 

Joao Ferreira

Moderator
Staff
Cliente Ecowatt
concordo, creio que em grupo seremos ouvidos.
individualmente irei tentar preparar/compilar alguns vídeos, gráficos e informações do Hybrid assistant
 

João Prates

Moderator
Staff
Se me permitem a opinião, acho que o que vai ter mais peso e determinar o sentido da resposta são casos concretos comprováveis de baterias em mau estado a passar no teste.
Simplesmente alinhar com 1 único comprovável caso não me parece ser a melhor táctica...
 

Armando Costa

New member
O meu Prius 3G de out/2011, 159600 km foi contemplado com o Triângulo da Morte
O último semestre receei ter necessidade de fazer alguma deslocação de alguma envergadura. O Hybrid Assistant e alguns soluços (no inicio das deslocações) não me deixavam descansado. Como antídoto para este stress comecei a equacionar a troca, analisando o desejado Corolla Sedan o Niro HEV e mais recentemente o Ioniq HEV
No último mês, os excelentes consumos conseguidos baralharam a minha percepção.
Ontem, circulando a um ritmo normal e satisfeito com os 3.2 l/100 que marcava o CB, fui confrontado com o triângulo da morte / “Inspecione o sistema hibrido”.
Hoje já ficou na CA e vai ser substituída a bateria ao abrigo da garantia.
A confiança na Toyota foi reconquistada… mas não havia necessidade de adiar o que era óbvio.
 

Joao Ferreira

Moderator
Staff
Cliente Ecowatt
O Prius Serrano continua a sua telenovela venezuelana, sinceramente já começa a chatear o dono mas o carro pouca culpa tem.

Se bem se recordam já havia sido reportado inumeras vezes à TCAP o funcionamento erroneo da bateria de tracção os principais sintomas eram:

1- quebra abrupta de SOC
2- aumento abrupto de SOC
3- perda de potencia abrupta em situações de aceleração forte (esta situação é perigosa pois costuma acontecer em ultrapassagem)
4- indicação de apenas uma barra no MDF (isto já é recorrente pelo que começo a achar que é normal)
5- funcionamento continuo do MCI mesmo com 6 ou mais barras e aquecimento desligado.
6- rejeição da ativação do modo EV.

Estas situações podem acontecer com o carro parado ou em andamento, já me aconteceu com o carro parado em P com AC ligado o MDF cair até uma barra, e tb já me aconteceu o contrario, com o carro parado em P o soc subir com o MCI ligado até 100% ao ponto de ligar o MCI para"dissipar" como se tivesse a descer.

Em Dezembro passado presenteei a TCAP com vários log da aplicação hybrid assistant onde ERA possível verificar as queixas que refiro, (os delta de voltagem chegavam aos 2 volt por modulo).

Infelizmente para mim a TCAP apenas reconheceu a minha reclamação confirmando a estranheza dos fenómenos descritos e constatados pelos log, mas como a ECU do carro nada registava o Serrano foi considerado APTO para o serviço militar com um belo certificado de garantia do sistema híbrido por um ano ou 15.000km.

Link para a primeira reclamação
Problema com Bateria de tracção Prius 3G - 2010 - Prius-PT

A situação como é óbvio continuou nos meses seguintes e começa a agravar-se ao ponto de os condutores já pensarem 2 vezes se vão ultrapassar aquele autocarro que vai ali devagar, pois o carro pode "negar-se" a acelerar no meio da manobra.

Tenho feito alguns registos usando tanto o hybrid assistant como a app DR Prius e partilho aqui alguns resultados.

É perfeitamente visível que algo se passa com o modulo 6 do pack pois pelos registos o mesmo apresenta sempre os valores de voltagem mais baixos que os seus vizinhos





Ora vejam o video que fiz e tomem nota do comportamento errático do SOC, durante praticamente todo o video o MCI esteve a funcionar tendo apenas parado e deixado circular em EV o suficiente se registar a descida abrupta do SOC para 0 e a sua recuperação milagrosa até quase 100%



NOTA EXPLICATIVA:
O erro que é apresentado no inicio do video tem as explicações abaixo. Nota que este erro já me apareceu outras vezes tendo no entanto o mesmo sido desvalorizado nas oficinas. (edição ao texto inicial. este erro apareceu pelo menos uma vez salvo erro em 2016 tendo a oficina associado o aparecimento do mesmo ao obd2 que usava na altura).

Erros verificados
- P3000
- P0A7F

P3000 – Battery Control System
The P3000 fault code relates to the battery control system in the Toyota Prius. If this code is displaying on your vehicle, it means that there is a problem with the HV battery ECU. The problem can be caused by several different sources, making P3000 a very generic and common fault code.
The P3000 fault code will often be accompanied with a suffix (for example, P3000-388) to help with diagnosing the source of this problem. The definition of these suffixes (or INF codes) can be found below:

P3000-123
Abnormal signal response from the battery ECU, often associated with a high-voltage battery system malfunction.
Possible causes include: HV battery system, Battery ECU

P3000-124

Abnormal signal response from the battery ECU, commonly associated with a blown fuse.
Possible causes include: HV battery system, Battery ECU

P3000-388

Discharge Inhibition Control Malfunction. This code is triggered when the battery’s state of charge decreases due to the vehicle being left in N position, running low on fuel or a malfunction occurring in the HV control system.
Possible causes include: HV control system, HV battery assembly or a fuel shortage

P3000-389

Drop of battery voltage detected by the battery ECU. This code is output if the HV battery is depleted or the battery control system malfunctions.
Possible causes include: HV control system, HV battery assembly





update
Entretanto passei na oficina (atendido mesmo fora de horas) e confirmaram os dois códigos de avaria no mesmo momento em que se acenderam as luzes de natal...
Vão dar inicio ao processo de reclamação em garantia pelo que agora é aguardar a resposta da TCAP.

IMG_20191008_181155_BURST003.jpg
 
Última edição:

João Prates

Moderator
Staff
Fiquei surpreendido, e desagradado, diga-se.

Até agora tínhamos a informação por ti fornecida que não havia qualquer código de erro relacionado com a bateria a ser reportado pela centralina principal do Prius.

Agora out-of-the-blue aparece um P3000??? E tu dizes que a oficina diz que não é nada??? Estou estupefacto!!!

Qual dos sub-códigos do P3000 foi gravado pela ECU? Sabes?
 

Joao Ferreira

Moderator
Staff
Cliente Ecowatt
Posso não ter usado as palavras correctas pois a situação já chateia, o código já tinha aparecido à muitos anos que originou a primeira reclamação salvo erro em 2016.
Se a memoria não me falha associaram o erro ao OBD2 que usava no carro.
Vou tentar ver o sub-código.
 

Pedro Tiago

Active member
Cliente Ecowatt
O meu Auris padecia de sintomas muito semelhantes relatados a partir daqui, como te deves recordar (pelo menos sabes que é algo que não acontece só no teu carro). Na altura também me muni de vários gráficos que levei ao concessionário. Já vendi o Auris, com 2 testes da Toyota a dizer que as baterias estavam ok, feitos separados por 2 ou 3 meses. Mas tenho em casa um CHR, e gostava que a Toyota lidasse com estas situações de forma diferente... Deixam-me inseguro e pouco confiante com o seguimento que fazem destes casos!
 
Última edição:
Top Inferior