DB do NIRO Pérola (HV VERSÃO TECH 2020)

Caros amigos,

Agora com práticamente 2000 Km feitos posso fazer um pequeno comparativo com o CH-R.

O CH-R tem maior suavidade no motor (a caixa tipo "CVT" ajuda), o pisar da estrada também é mais macio (os pneus de Ferrari do NIRO não ajudam) e aceito que consumirá 0.2 ou 0.3 L menos.

Aceito também que poderá ser mais fiável, mas como tenho 8 anos de garantia geral (contra 7 da Toyota) creio estarem alinhados.

No resto, relação preço / equipamento / qualidade, o NIRO é bastante superior.

Saliento novamente entre outras as patilhas no volante que com antecipação na condução quase não se usam os travões

O NIRO é um produto mais "redondo", com muito melhor habitabilidade, visibilidade, equipamento, qualidade semelhante e um preço mais competitivo ajudado pelas campanhas da KIA que tem ainda uma imagem inferior, embora os valores residuais nos usados já não sejam muito diferentes e a aproximarem-se.

Quanto a consumos o CB indica média global de 3.6 L (real entre 3.7 e 3.8) que quando atestar pela 3ª vez direi.

O NIRO está a exceder-me as expectativas, pois tinha saudades da Toyota.

Grato.
 

Carlos Costa

Moderator
O NIRO está a exceder-me as expectativas, pois tinha saudades da Toyota.
Percebo perfeitamente a tua posição. Não é fácil mudar de marca quando se tem um Toyota. Mas se estiveres tão satisfeito com o teu Kia como eu estou com os meus Hyundai's, tão cedo não terás saudades da Toyota. Estas marcas evoluíram imenso, quer em termos de design, tecnologia, estética e qualidade. Em poucos anos o salto foi gigante!

O CH-R tem maior suavidade no motor (a caixa tipo "CVT" ajuda), o pisar da estrada também é mais macio (os pneus de Ferrari do NIRO não ajudam) e aceito que consumirá 0.2 ou 0.3 L menos.
É muito ano a "virar frangos". O sistema híbrido da Toyota é fantástico.
 
Hoje 4º abastecimento.

Como tinha 20 cêntimo desconto até hoje, abasteci com 608 Km percorridos neste depósito, Atestei 23.5 L, com 3.7 L no CB e real 3.87 L

No cumulativo 2202 Km com 3.6 L no CB e 3.72 reais no SM.

Saliento que até agora é a viatura com menor diferencial entre o CB e o real. A confirmar com o tempo.
 

Léo Grova

Well-known member
Excelentes consumos!

Confesso que estou a gostar muito do Niro.

Gostei muito do test drive que fiz ao E Niro - são praticamente iguais.
 

Telmo Salgado

Moderator
Ontem fiquei a pensar nesses consumos, os quais, confesso, nunca obtive num decurso de um depósito interior no dia-a-dia.
Existem algumas estratégias bem pensadas pela Hyundai, como o acoplamento sem caminho elétrico na sua caixa DCT, em detrimento de um menor posicionamento do MCI na zona de regime-carga ótimo - que num Atkinson não é assim tão importante.
Influenciarão certamente os trajetos, mas mesmo reconhecendo na tua utilização a adaptação perfeita a esse conjunto, não deixo de assinalar os excelentes consumos obtidos. (y)
 
Obrigado Léo e Telmo.

Como já mencionei os percursos ajudam muito, assim como a velocidade, sem pressas e a antecipação.

Abasteci ontem no Fórum Montijo e cheguei a casa com 3.5 L no CB após +- 55 Km.

Hoje Lisboa até ao Cascais Shopping e vice versa cheguei com 3.4 L no CB.

Está nestes pouco mais de 100 Km com 3.5 L no CB.

Velocidades máximas até +- 80 Km / h e muita antecipação.

As patilhas no volante são fabulosas pois permitem travar o carro quase sem uso dos travões.

Como curiosidade nestes 2300 Km as jantes práticamente estão limpas da "sujidade" libertada pelas pastilhas aquando das travagens (em particular as da frente) com a utilização das patilhas o que prova a sua utilidade.

Por ex de Lisboa a Beja e vice versa com máximos de 90 Km /h consumo no CB de 3.4 L.

O conjunto é muito equilibrado e recomendo vivamente o ensaio, mesmo sendo um fan dos HSD Toyota.
 
Ainda para partilhar um pouco mais da experiência HSD vs NIRO e não só.

Esta semana um conhecido com experiência NIRO desde 2016 comentava as médias dele de 3.8 L com jantes de 16" e questionava o diferencial para as de 18"

É evidente que com jantes de 18" como tenho, consome mais pois a resistência ao rolamento é maior, mas a velocidades até +- 90 Km /h a diferença é marginal ( a velocidades na casa dos 110 km /h para cima notar-se-á muito mais, pelo menos + 0.6 L)

Ajudado como é o meu caso pela optimização do sistema híbrido que o modelo de 2020 usufruiu.

Como comparação no Prius e Auris que tive as médias reais foram semelhantes nas duas viaturas (+- 4.2 L) após largas dezenas de milhares de Km, mas durante o ano inteiro, com tempo frio, que ainda não tive com o NIRO. A ver vamos para a frente.

Outra situação que já mencionei é a gestão da bateria muito superior no NIRO.

Dou só um exemplo da recta do Dafundo.

Com o Prius e o Auris a 50 Km /h vinha em eléctrico e esgotava a bateria (2 barras) antes do fim , obrigando o motor a trabalhar algum tempo para recarregar. Mas nunca antes de chegar ao fim deste percurso entrava novamente em eléctrico. Muitas vezes chegava ao fim da carga (mínimo 2 barras).

No caso do NIRO nas mesmas condições a bateria desce no máximo 2 barras do meio, o motor trabalha muito pouco tempo, volta a carga a meio e eléctrico outra vez.

Até agora nunca desceu mais de 2 barras do meio. É certo que também nunca passei dos 3/4 de carga.

A gestão é muito mais eficiente e rápida a carregar, e descarrega mais lentamente.

Realço que é a minha experiência, nada mais que isso.

Não inviabiliza a qualidade dos HSD Toyota.
 
Para divertimento, ligou-me agora um amigo que leu estes últimos posts que partilhei convosco e disse-me que estou velho e faço condução de avózinha.

É verdade confirmei pois o tempo de corridas já passou há muito tempo e gosto de andar devagar e consumir o mínimo possível.

Tem no entanto uma outra grande vantagem.

Com o CC adaptativo e a manutenção no meio da faixa de rodagem posso poupar a minha mulher, pois se fôr preciso até dá para ir cosendo as meias, isto claro se não cheirarem mal....:love:
 

William Esteves

Moderator
Ajudado como é o meu caso pela optimização do sistema híbrido que o modelo de 2020 usufruiu.

Como comparação no Prius e Auris que tive as médias reais foram semelhantes nas duas viaturas (+- 4.2 L) após largas dezenas de milhares de Km, mas durante o ano inteiro, com tempo frio, que ainda não tive com o NIRO. A ver vamos para a frente.

Outra situação que já mencionei é a gestão da bateria muito superior no NIRO.

Dou só um exemplo da recta do Dafundo.

Com o Prius e o Auris a 50 Km /h vinha em eléctrico e esgotava a bateria (2 barras) antes do fim , obrigando o motor a trabalhar algum tempo para recarregar. Mas nunca antes de chegar ao fim deste percurso entrava novamente em eléctrico. Muitas vezes chegava ao fim da carga (mínimo 2 barras).

No caso do NIRO nas mesmas condições a bateria desce no máximo 2 barras do meio, o motor trabalha muito pouco tempo, volta a carga a meio e eléctrico outra vez.

Até agora nunca desceu mais de 2 barras do meio. É certo que também nunca passei dos 3/4 de carga.

A gestão é muito mais eficiente e rápida a carregar, e descarrega mais lentamente.

@Antonio Mateus , depreendo que esse Prius não seria o 4G, pelo que está a comparar gerações distintas! Certamente que no atual sistema HSD notaria também grandes diferenças!
 
Novo abastecimento hoje.

Apesar de o CB indicar ainda autonomia de 201 Km, como já tinha feito a "gracinha" de mais de 1000 Km neste depósito, abasteci para aproveitar a gasolina Evologic ao preço da Simples.

Percorri 1007 Km, CB 3.9 L, real SM 3.99 L.

No acumulado em 3209 Km, CB 3.7 L, real SM 3.8 L.

Nada a apontar na máquina e descobrindo mais pormenores para optimizar a utilização e o conforto.
 
Top Inferior