Consumos Honda Civic 2008 Híbrido

Ja dei a voltinha de Setúbal \ Quinta do Conde e vise-versa, pela nacional 10..

Quando cheguei á Quinta do Conde
IMG_20211226_145629.jpg


Quando cheguei a casa.
IMG_20211226_161244.jpg


Diferença abismal realmente.
 

João Prates

Archie Bunker
Mas a sua postura aqui é... Sem comentários.
Epá por favor, venham os comentários, adorava saber onde raio é que a minha postura foi indelicada ou o que raio passa por essa cabeça... estou sempre disposto a aprender!

Diferença abismal realmente.
Do que gastava o Diesel nem vou falar, porque o castigo/penalização para a saúde pública valem mais que tudo o resto, e o Diesel é o cancro que bem conhecemos.
O que acho que importa aqui mais que tudo é saber o que poderia ser feito melhor com o mesmo investimento, noutra viatura qualquer.

Na minha perspectiva o que cada um de nós tem de fazer é simplesmente o melhor que conseguimos pela saúde de todos e pelo meio ambiente, para a nossa capacidade financeira.
Se cada um fizer o melhor que pode, o mundo ficará infinitamente melhor certamente.
 
Última edição:

João Prates

Archie Bunker
@Paulo André Magalhães , tentando colocar um pouco de gelo na fervura, antes que isto descambe sem motivo válido ou plausível/razoável deixa-me dizer-te uma ou duas coisas:

Em primeiro lugar como viste temos a tendência, uns mais que outros mas sem fugir muito à norma, de sermos muito pragmáticos e diretos.
Tens de ter o cuidado de não interpretar isso como má vontade ou falta de respeito ou que que seja, simplesmente não usamos muitos floreados e não somos hipócritas, é só isso.

Em segundo lugar tu ainda não sabes se calhar, mas posso-te adiantar que todos os que te responderam têm debaixo das rodas no total se calhar mais de 1 milhão de kms feitos a rolar desde 2004 em híbridos, em plug-ins, e em BEVs, e de mais de um fabricante... isto para dizer que têm mais experiência e sabedoria que qualquer um individualmente pode aspirar algum dia a possuir.

Entraste a dizer que não percebias sequer como o consumo médio podia subir com o MCI a trabalhar com o carro parado... O meu conselho vai no sentido de tentares ser um pouco mais humilde e tentares assimilar o mais que puderes, para um dia estares deste lado a dizer o mesmo a um novo membro acabado de entrar no mundo da mobilidade sustentável.

Se quiséssemos ser desagradáveis ou mostrar má atitude, havia muito por onde pegar, em vez disso tiveste 4 moderadores a intervir em quadra natalícia para te ajudar e esclarecer...

Aprecia a máquina que adquiriste, goza de boa saúde e na companhia de quem mais gostas vai aprendendo aos poucos o que a vida tem para te oferecer, incluindo a Ecomove.
 

João Crisóstomo Afonso

Well-known member
Ora bem, Paulo Magalhães

Como a minha companheira tem um civic igual ao teu e eu tive o prazer de o conduzir durante 18 meses, junto às sugestões duas ideias:

Conduz sempre com a caixa em D. O modo S aumenta o consumo pelo menos 1/2 litros.
E tenta não ultrapassar as 2000/2500 rotações.

Quanto ao consumo instantâneo usa-o apenas para avaliar a tua maior ou menor aceleração, e para aprenderes a dosear o pé.
O ideal era que o consumo instantâneo nunca ultrapassasse os 6, o que seria óptimo.
Quando andava com ele consegui manter a média nos 5 lt porque vigiava permanentemente o meu pé, o conta rotações, e aproveitava para andar à borla sempre que possível. Já a minha companheira anda nos 7 litros e daí não baixa.

Abraço amigo
Crisóstomo
 
@Paulo André Magalhães , tentando colocar um pouco de gelo na fervura, antes que isto descambe sem motivo válido ou plausível/razoável deixa-me dizer-te uma ou duas coisas:

Em primeiro lugar como viste temos a tendência, uns mais que outros mas sem fugir muito à norma, de sermos muito pragmáticos e diretos.
Tens de ter o cuidado de não interpretar isso como má vontade ou falta de respeito ou que que seja, simplesmente não usamos muitos floreados e não somos hipócritas, é só isso.

Em segundo lugar tu ainda não sabes se calhar, mas posso-te adiantar que todos os que te responderam têm debaixo das rodas no total se calhar mais de 1 milhão de kms feitos a rolar desde 2004 em híbridos, em plug-ins, e em BEVs, e de mais de um fabricante... isto para dizer que têm mais experiência e sabedoria que qualquer um individualmente pode aspirar algum dia a possuir.

Entraste a dizer que não percebias sequer como o consumo médio podia subir com o MCI a trabalhar com o carro parado... O meu conselho vai no sentido de tentares ser um pouco mais humilde e tentares assimilar o mais que puderes, para um dia estares deste lado a dizer o mesmo a um novo membro acabado de entrar no mundo da mobilidade sustentável.

Se quiséssemos ser desagradáveis ou mostrar má atitude, havia muito por onde pegar, em vez disso tiveste 4 moderadores a intervir em quadra natalícia para te ajudar e esclarecer...

Aprecia a máquina que adquiriste, goza de boa saúde e na companhia de quem mais gostas vai aprendendo aos poucos o que a vida tem para te oferecer, incluindo a Ecomove.
João Prates, de modo algum quis passar a imagem de arrogante. Até porque fui muito bem recebido, e esclarecido por todos os intervenientes, os quais fiz sempre a questão de agradecer pelas respostas.

O que menos me agradou sinceramente foram só certas intervenções tuas, a meu ver, menos delicadas, como por exemplo a crítica de ter adquirido um carro de 2008, de ser irracional... podemos sim e devemos ser directos e sinceros, mas respeitando os gostos pessoais e condições de cada um.
Prezo muito o respeito, e não é por ser desconhecedor do tema que vamos saltar essa barreira. Mas como dizes e bem, vamos pôr gelo na fervura, por mim está ultrapassado e de modo algum quero ter aqui algum tipo de conflito. Até porque o saldo de ter entrado neste grupo tem sido muito positivo, realmente vejo que aqui têm e sabem de muita informação sólida.

Mais uma vez obrigado a todos! 👍🙏🙏
 
Ora bem, Paulo Magalhães

Como a minha companheira tem um civic igual ao teu e eu tive o prazer de o conduzir durante 18 meses, junto às sugestões duas ideias:

Conduz sempre com a caixa em D. O modo S aumenta o consumo pelo menos 1/2 litros.
E tenta não ultrapassar as 2000/2500 rotações.

Quanto ao consumo instantâneo usa-o apenas para avaliar a tua maior ou menor aceleração, e para aprenderes a dosear o pé.
O ideal era que o consumo instantâneo nunca ultrapassasse os 6, o que seria óptimo.
Quando andava com ele consegui manter a média nos 5 lt porque vigiava permanentemente o meu pé, o conta rotações, e aproveitava para andar à borla sempre que possível. Já a minha companheira anda nos 7 litros e daí não baixa.

Abraço amigo
Crisóstomo
Boa noite caro João.
Obrigado pela informação.

Compreendo o que está a dizer em relação ao consumo instantâneo, mas no entanto, basta o carro apanhar uma pequena subida, arrancar depois de estar parado num semáforo que o consumo vai até aos 12L (mesmo com o ima a ajudar) e até deve passar dai pois é o limite marcado.

Ainda me estou a adaptar e vou absorver todas as vossas dicas. Hoje por exemplo fiz 46 kms com média de 5.1L , mas não foi urbano.

Obrigado 🙏😁
 

João Prates

Archie Bunker
a crítica de ter adquirido um carro de 2008, de ser irracional...
Sem querer mexer mais na ferida, acho que fui mal interpretado ou não me expressei bem possivelmente.
O que eu quiz dizer foi somente que comparar consumos de um carro de 2008 com um carro de 2021 como me pareceu ser o caso não era correto.

podemos sim e devemos ser directos e sinceros, mas respeitando os gostos pessoais e condições de cada um.
200% de acordo!
 
Sem querer mexer mais na ferida, acho que fui mal interpretado ou não me expressei bem possivelmente.
O que eu quiz dizer foi somente que comparar consumos de um carro de 2008 com um carro de 2021 como me pareceu ser o caso não era correto
João Prates vá já agora também só para terminar 🤣, eu não comparei a nenhum carro de 2021, comparei simplesmente a um carro a gasolina comum com +/- a mesma cilindrada.. por exemplo, os hondas antigos LSI v-tec 1.6 cc têm consumos de 7 e qualquer coisa em circuito urbano.

Secalhar também me expliquei mal.
É normal, a escrita nunca é tão bem interpretada como pessoalmente.
Depois é nesses momentos que temos que ter a maturidade de saber dar a volta por cima.

Sem recentimentos. E obrigado pela ajuda. 💪 (Já aprendi mais hoje aqui, do que uma semana de pesquisas no youtube e Google)
 

Rui Santos

Saturn_Guardian
O meu Civic 1.3 i-DSI de 2007 fazia consumos de 6.2 no Verão a 7 L/100km no Inverno em cidade, em Nacional baixava para 5.5 por isso o IMA tem de obrigação de fazer melhor.
Tendo tido um Honda durante 14 anos, acho que um Prius 2G ou um Auris HSD Gen1 eram melhores compras, mas a diferença de valor para o Civic IMA dá para muita gasolina.
 
O meu Civic 1.3 i-DSI de 2007 fazia consumos de 6.2 no Verão a 7 L/100km no Inverno em cidade, em Nacional baixava para 5.5 por isso o IMA tem de obrigação de fazer melhor.
Tendo tido um Honda durante 14 anos, acho que um Prius 2G ou um Auris HSD Gen1 eram melhores compras, mas a diferença de valor para o Civic IMA dá para muita gasolina.
Infelizmente a parte estética para mim tem alguma importância, e na minha opinião e não querendo de forma alguma chocar suscetibilidades, não gosto da estética do Prius nem um bocadinho.
E tenho a noção que isso se paga com alguns €'s a mais na gasolina.
 

João Prates

Archie Bunker
Eu sempre fui um tipo que valoriza mais a técnica que a estética, por isso para mim não seria impedimento.
A prova disso é que considero seriamente adquirir um Sion, e caixote mais feio que esse não deve existir no mercado.

Felizmente para mim a estética do 2G era bem interessante, fazia-me lembrar um golfinho, ainda mais que o antigo Nissan Primera (P12), por isso não tive sequer essa questão.
Já o 3G era radicalmente diferente, e muito mais consensual, mas não sei se para o orçamento do Civic conseguias chegar a um 3G.

As diferenças vão muito além do simples poupar de gasolina, é a engenharia por detrás que me faz tic-tac nas engrenagens da massa cinzenta e que me apaixona desde sempre.
Ambas as aproximações são válidas, cada um é como cada qual, e viva as diferenças.

O que importa é que reduziste significativamente a tua pegada ambiental, e isso é de saudar.
 

Ricardo Pereira

THE Bus Driver
Eu, embora não ache o Civic Hybrid um carro feio, nubca fui fã de carros de 3 volumes. Sempre preferi carroçarias do estilo do Prius.
Também penso que ficarias melhor servido com um Prius mesmo que tivesse de ser mais antigo mas a tecnologia deste fica a anos luz do Civic mas eu percebo que a estética é parte importante na escolha de um carro.

Acho que daqui a pouco tempo vais sentir te tão à vontade com esta nova forma de locomoção que o objetivo vai ser tentar ter um carro ainda mais eficiente 😁

Que tudo corra bem.
 

João Crisóstomo Afonso

Well-known member
Sobre a questão estética,

Andava eu na net à procura de um híbrido para a companheira e dou de caras com um Prius 2G. A primeira impressão foi estranha e, face à do Civic, a companheira decidiu o que sabem. Ora bem, passados uns anos comprei um 2G e a companheira teve a oportunidade de o conduzir. Mudança radical de perspectiva.

Esteticamente o Civic será mais consensual mas, o não tombar os bancos traseiros limita, o consumir o que consome desagrada, o não desligar o motor no pára arranca para um híbrido é constrangedor, e só se mover em modo elétrico (silenciosamente) nas descidas ou retas, é pouco.

Uma vez por outra pego no civic mas, face à simplicidade e fiabilidade + os 3.8 em que me movo no Prius, fico sempre com uma sensação de perda. Absurdo, mas é assim.

Crisóstomo
 

João Prates

Archie Bunker
Sugiro que deixemos os gostos pessoais de lado, e as paixões também, cada um com a sua, porque, e repito, a compra está feita e a melhoria face ao anterior é evidente.

Deixemos agora o rapaz gozar a máquina que tem, e deixemos as nossas preferências ou o que poderia ter feito se tivesse mais guito, isso são muitos "se"s.

Goza a máquina @Paulo André Magalhães , não vai ser a tua última de certeza, e a seguinte será certamente uma grande evolução face a esta, é a ordem natural das coisas.
 
Top Inferior