Completamente perdidos, só pode...

William Esteves

Not Shakespeare
Na minha opinião estás a pegar a pegar...

É uma viatura muito específica, para um uso que a eletrificação ainda não funcionaque vende de forma residual.

E que quem a compra, na grande maioria das vezes, face ao preço, é porque precisa de uma viatura com estas características.
 

João Prates

Archie Bunker
Amigo, estou a pegar por a Toyota perder tempo com esta porra de nichos que só destroem o ambiente que temos, por mais falta que façam a 1% ou 2% de tipos, quando tem milhões ou pelo menos largos milhares de potenciais clientes, em número consideravelmente superior com toda a certeza, a clamar por liderança na frente BEV, e optam conscientemente por investir nestes montes de esterco poluidores em vez disso!

É só uma questão de ver quais são as prioridades do grupo, é esse o tema do tópico, estarem perdidos a disparar para alvos que não interessam nem ao menino jesus!!!
Há tanto mas tanto a fazer, tanto nicho onde apostar, e tanto mercado que nem sequer são nichos como este é, que clamam por atenção e investimento, e a Toyota borrifa-se!

Eu quero lá saber do que os russos querem ou compram, podem querer toda a heroína do mundo e toda a cocaína, problema deles!!!
Eu quero lá saber se para aqueles lados há um nicho que compra estes mastodontes!
Eu quero lá saber se 1% ou 2% das vendas são para gente que realmente precisa destes mastodontes!
Eu quero lá saber se isto dá dinheiro com fartura à TME e por arrasto à TMC!!!

O que me diz algo, mas confesso que cada vez menos e menos, é ver o meu construtor favorito a apostar no cavalo errado over and over again!!!
Vê a última apresentação da Toyota USA e vê a palhaçada... "não somos contra os BEV, mas têm este, e aquele, e aqueloutro, e já agora aquele, e aquele e o outro problema...".
BEV? Qual BEV? Que BEV têm na Europa? O UX300e? Deixa acabar a edição do ensaio que já te digo... espera mais uns dias...

Entretanto ZERO BEV na Europa, que é como quem diz BELOW ZERO ofertas Toyota na Europa...
Mas já vamos na SEGUNDA geração Mirai, que nem tem por onde abastecer de H2 verde, é tudo cinzento por essa Europa fora, Cascais não é excepção, para já é cinzento!
E pasme-se, com BEVs prontos a ser feitos na China, nada de os trazer para a Europa, imagina um CHR BEV na Europa, vendia que parecia castanhas, alguém duvida!!??!?!?!

E agora, para cereja no topo do bolo, toca de vender Land Cruisers brutais como este aborto, que têm certamente menos clientes que os referidos e inexistentes BEV, bora lá!
Isto é o desnorte total!!!!

Se eu não sentisse algo pela Toyota, se eu não tivesse dois exemplos brutais e recordistas absolutos da eficiência e domínio da engenharia Toyota na garagem, eu nem abria a boca.
Quando olho para os meus 2 carros, para o que o Prius 3G PHV representou em 2012, o primeiro PHV de produção em série do mundo, o inovador, o disruptor, e olho para o meu Prius 4G PHV, o líder incontestado até hoje da eficiência tanto em modo EV como HV, o supra-sumo até hoje invicto nos consumos e racionalidade, e olho em frente para a próxima etapa, e vejo o abismo, a Fossa das Marianas, é impossível não tremer das fundações às pontas dos poucos cabelos que me restam, de me revoltar por dentro e por fora!

Não me identifico com isto, revolta-me, e tenho a certeza que é a revolta e desilusão para muita gente, muito excelente engenheiro de primeira dentro da marca, lamento!
 

Telmo Salgado

Moderator
Notem o preço a que é vendida a versão atual do júnior (mais pequeno) Land Cruiser 150 por cá.... 2.8 turbodiesel...


120 mil euros!

Quanto seria o PVP deste LC300? :rolleyes:

É mesmo residual...
 

João Prates

Archie Bunker
Certíssimo @Telmo Salgado , isto são carros feitos para as elites, segundo o @William Esteves para as elites russas...!!!

Mas dão-se ao trabalho de os desenvolver, investem no seu R&D e na sua produção, já noutras áreas com muito mais procura como os PHVs e BEV é o que é na Europa...
1 único modelo PHV coxo pela mala ridícula para a maior parte das utilizações, e parca potência, e 0 BEVs... mas pronto, eles lá sabem quais são as suas prioridades...

Acho que já deixei o meu ponto de vista claro, quer concordem com ele ou não, o objectivo de lançar a discussão foi conseguido.
Agora cada cabeça sua sentença, naturalmente, não são obrigados a concordar comigo, como sempre repito a cada tema mais "controverso".
 

Telmo Salgado

Moderator
A versão que agora termina já vinha desde 2008, é natural que fizessem este refrescamento.
Em relação à procura de PHV e BEV os modelos estão quase a chegar, mesmo que abaixo das expectativas no prazo e até nos avanços tecnológicos.
As prioridades não cancelam outros desenvolvimentos, nem os FCV bloquearam os investimentos em BEV, etc.
Cada coisa no seu caminho, e o tempo mostrará que esta fase de pouca ou nenhuma oferta passe a entrar na normalidade de um construtor mundial estar no mercado da eletrificação pura. É a minha convicção, para lá do meu conhecido ventoinhismo...
 

William Esteves

Not Shakespeare
Para as elites e para quem precisa...
As características técnicas são o que faz com que o maior cliente dos Land Cruiser sejam as Nações Unidas...
Numa versão consideravelmente mais despida, é certo.

@Telmo Salgado , o LC300 (este novo) vem substituir o antigo LC200, que é maior e construído noutra plataforma (mais pequena e não tão robusta).
O nome mais apropriado seria “Prado” para evitar confusão...
Está gama LC300/200 em Portugal é opção fora de catálogo...
 
Top Inferior