A armada EV chinesa está a chegar

Fernando Amaral

New member
Bolas, este elefante já entrou na loja de porcelanas...
Por onde começar? Bem, por factos:
A TÜV Rheinland concedeu à Aiways a homologação para a UE do EV Aiways U5. A Aiways pretende comercializar este EV na Europa já a partir de 2020 o_O.
De acordo com esta fonte, este monstrinho de 4,70 metros de comprimento tem um motor de 140 kW no eixo dianteiro, o alcance é de 460 km NEDC (???). Os preços ainda não são conhecidos, mas especula-se sobre um preço base de cerca de 25.000 euros :rolleyes:.
Apresentado em Frankfurt, a certificação WVTA torna este e-SUV o primeiro veículo elétrico de um fabricante chinês a poder ser comercializado na União Europeia.
Eis a "bestinha":

aiways-u5-elektroauto-electric-car-china-2019-05-min-888x444.png
 

Telmo Salgado

Moderator
Staff
Cliente Ecowatt
Sim, era uma questão de tempo até aparecerem na Europa...
Com tanto fabrico, naturalmente vão para outros mercados que também os absorvam.
 

Fernando Amaral

New member
O Tesla chinês :p está a chegar?
A produção do Bordrin iV6, um SUV elétrico que chegará à Europa com cerca de 420 km de autonomia (WLTP ), já começou.
Trata-se de um SUV compacto que se destaca por um design extremamente atraente "à la Tesla" (a dianteira é bastante óbvia), projetado para facilitar sua comercialização nos mercados europeu e norte-americano. De acordo com o site Forococheseléctricos, este modelo será fabricado em colaboração com o grupo FAW, um dos seis mais poderosos da China. Promete.
Na China, a versão mais acessível terá um preço de 32.000 euros :unsure:.
Mais informação aqui.
Nota interessante: um alegado CX de 0,27 nada comum num SUV, embora pelo aspeto do modelo, bastante aerodinâmico, não custe a acreditar.

car_1.png
 
Última edição:

Fernando Amaral

New member
Anotem este nome: Byton.
A marca chinesa de carros elétricos Byton iniciou finalmente a pré-produção do seu primeiro modelo M-Byte na sua fábrica de Nanquim. Este fabricante assegura que já possui 50.000 reservas para este EV em todo o mundo.
De acordo com o anúncio, o M-Byte será oferecido a um preço inicial de 45.000 euros, excluindo IVA e possíveis subsídios do governo. Este modelo possui um motor traseiro de 200 kW e uma bateria de 72 kWh (faixa de 360 km de acordo com o WLTP 😒). A Byton não revelou o preço da configuração de alto desempenho para tração nas quatro rodas (unidade de 300 kW, bateria de 95 kWh, alcance de 435 quilómetros) no seu comunicado à imprensa. Neste comunicado, a Byton prevê o início da comercialização na Europa em meados de 2021.

ck25w7dmc19yh0soa52up5i0h-byton-m-byte-preproduction.jpg

my-byte-space.jpg
 
Última edição:

Fernando Amaral

New member
Mais uma vista do famoso "tablet" Byton:

byton-mbyte-8.jpg

Segundo Daniel Kirchert, novo diretor executivo da marca, a Byton pretende expandir a sua rede de serviços comerciais e técnicos na Europa antes do início das vendas que começarão já em 2020. Até agora, estão confirmados acordos para se estabelecerem na Suécia, França, Portugal 🤔, Suíça e Alemanha.
A Byton confirmou ainda que o M-Byte será vendido na Europa a partir de 45.000 euros antes dos impostos, o que deixará seu preço final em torno de 54.500 euros 🥶. Um valor considerado competitivo 😅 já que responde a uma estratégia que se baseia em receita proveniente sobretudo de serviços e assinaturas digitais do que da venda do próprio veículo. Como uma conhecida marca de venda de café em cápsulas, só que a máquina não é tão barata assim...
O artigo completo está aqui.
 
Última edição:

Fernando Amaral

New member
Entretanto, o mercado vai ficando "composto" de SUVs elétricos: Audi Q4 e-tron, BMW iX3, Ford Mach E, Jaguar I-Pace, Mercedes-Benz EQC, Nissan Ariya, SEAT/CUPRA Tavascan, Skoda Vision iV, Tesla Model Y, Volkswagen ID.4X, etc...
 

Telmo Salgado

Moderator
Staff
Cliente Ecowatt
Desses só 3 é que existem atualmente...
 

João Prates

Moderator
Staff
3 ou 4 se corrigirmos uma letra...
Audo e-tron, Jaguar i-Pace, Mercedes EQC, Tesla Model X (sei que referiu o Y, mas o correcto será o X).

Isto porque os SUV são por natureza PESADOS (leia-se trambolhos IMHO), e caros (leia-se despesismo IMHO), e portanto suportam melhor o acréscimo de peso e preço nas versões BEV.

Vou ali tomar um Renie e já volto... 🤮
 

Fernando Amaral

New member
Xpeng P7: O Model S da Xiaomi e da Aliexpress está a chegar...

xpeng 7.jpg

Não, não é um um projeto nem tão pouco um SUV. Trata-se de um modelo com dimensões um pouco superiores ao Model S que já se encontra à venda na China, pela módica quantia de 35.000€ (aproximadamente), na versão menos equipada.
Dizem os "mentideros" que foi projetado para agradar aos gostos europeus :cautious:.
A autonomia deste menino, ainda não confirmada oficialmente, poderá aproximar-se dos 500 km (WLTP).
Confirmadas estão as características de uma plataforma desenvolvida especificamente para abrigar um sistema de dois motores e tração nas quatro rodas, capaz de atingir até 100 km / h em 4 segundos (para onde é que nos estás a levar, Tesla?).
 

Luis Neves

Moderator
Staff
Cliente Ecowatt
Confirmadas estão as características de uma plataforma desenvolvida especificamente para abrigar um sistema de dois motores e tração nas quatro rodas, capaz de atingir até 100 km / h em 4 segundos (para onde é que nos estás a levar, Tesla?).
É mesmo.Já enjoa tanto cavalo e tanto 4s dos zero aos 100. Ninguém se preocupa em fazer simplesmente um carro eficiente e confortável, com a melhor autonomia possível?
 

Carlos Costa

Active member
Não, obviamente que não. Olha para aquela coisa que o Elon apresentou ontem e vê se há alguma racionalidade naquilo. O paradigma é mais, sempre mais e melhor, mais potente, mais resistente, mais tudo!!! Uma contradição absoluta com a realidade e a necessidade de abrandar o consumo de recursos!! Só a bateria daquele UFO daria para 4 ou 5 utilitários competentes!!
 
Top Inferior